Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Revista Ferroviária



« Voltar
   

ANPTrilhos divulga balanço do setor metroferroviário de 2014

07/04/2015

A ANPTrilhos divulgou nesta segunda-feira (06/04), em Brasília o balanço anual do setor metroferroviário de 2014, ano em que o setor chegou próximo ao limite da sobrecarga de passageiros, ao ver desabar a evolução do número de pessoas transportadas. Os metrôs e trens só aumentaram em 4,4% o transporte de passageiros, enquanto de 2010 a 2013 a elevação anual era de cerca de 10% ao ano.


Ou seja, de 2,747 bilhões para 2,868 bilhões de cidadãos. O estudo mostra que a expansão da rede metroferroviária segue em ritmo lento, tanto que apenas 30km de novas linhas férreas para passageiros foram construídas em 2014, um crescimento de apenas 3% em quilometragem de novos trilhos.
 “Embora devamos reconhecer os esforços dos governos em direcionar recursos financeiros para a expansão dos sistemas sobre trilhos, infelizmente, não é suficiente; é preciso mudar a legislação, desenvolver projetos consistentes, sustentáveis, que levem em conta na fase de planejamento a expectativa de crescimento do país décadas à frente, bem como estabeleçam a garantia do equilíbrio econômico-financeiro para que os operadores públicos e privados possam investir na melhoria contínua da qualidade da prestação dos serviços aos cidadãos”, afirma Roberta Marchesi, Superintendente da ANPTrilhos.


Além disso, a ANPTrilhos apresentou avaliação sobre o andamento das obras para a expansão metroferroviária na cidade do Rio de Janeiro, sede das Olimpíadas de 2016. “Os projetos estão seguindo o cronograma previsto e, a continuar no atual ritmo, serão concluídos a tempo dos Jogos”, diz Roberta Marchesi. Ela exemplificou que o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Rio de Janeiro deverá entrar em testes até o final deste ano.
Em 2014, foram 2,9 bilhões de usuários atendidos pelo sistema, representando uma evolução de 4,4% em relação a 2013. A previsão para 2015 é que os sistemas sobre trilhos transportem 3 bilhões de pessoas.


Já na rede metroferroviário, apenas três outros sistemas entraram em operação não comercial – o Monotrilho linha 15/SP, o Metrô Bahia/BA e o VLT de Sobral/CE – que, juntos, somam 22,9 km em extensão e movimentaram 2,6 milhões de passageiros. Com os novos sistemas, o setor  fechou  o ano de 2014 com 22 novas estações, sendo: duas no Monotrilho de São Paulo; cinco no Metrô Bahia; 12 no VLT de Sobral; uma na Via 4; uma no Metrô SP; e uma no Metrô Rio.


Segundo a ANPTrilhos, nos próximos 5 anos o sistema de transporte sobre trilhos do país deve ser ampliado em 336 km por conta de 20 projetos que já estão contratados ou em execução, entre eles novas linhas de trem e metrô em São Paulo e projetos de VLT no Rio, Cuiabá, Fortaleza e Goiânia.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter


Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, quinta-feira, 16 de agosto de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária