Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Bloqueio da BR-163 gera prejuízos de US$ 1,5 milhão, estima Abiove

13/07/2017 - Valor Econômico

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) estima prejuízo de US$ 1,5 milhão para a cadeia produtiva de grãos decorrente dos bloqueios na BR-163, que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA).

Desde o dia 3 de julho, os produtores de grãos que tentam escoar a produção pelo porto de Miritituba enfrentam problemas para chegar ao destino final. A rodovia está interditada com protesto de produtores, garimpeiros, madeireiros e moradores da região por causa do veto à Medida Provisória 756, que altera os limites da Floresta Nacional do Jamanxim, no Pará.

Diariamente, segundo a Abiove, as perdas ficam na casa dos US$ 400 mil, decorrentes de cancelamentos e redirecionamentos de navios.

Segundo nota da associação, a capacidade de escoamento por Miritituba está entre 25 mil e 30 mil toneladas de grãos por dia, porém o recebimento de grãos praticamente cessou.

Desse porto, as barcaças seguem com os carregamentos até Belém, com destino ao mercado internacional. Se os embarques não forem retomados imediatamente, as exportações pelo porto de Barcarena, na capital paraense, serão suspensas até a retomada do fluxo de mercadorias.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Protesto na BR-163 afeta exportação de grãos no Pará; Bunge fala em prejuízo
Novo bloqueio da BR-163 causa prejuízos a produtores de soja
Governo vai priorizar pavimentação da BR-163 para garantir escoamento de safra



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, sexta-feira, 22 de setembro de 2017
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária