Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Norma que permitirá entrada de trigo russo prestes a ser publicada

06/12/2017 - Valor Econômico

Sob pressão comercial de Moscou, o Ministério da Agricultura vai publicar uma nova Instrução Normativa para “flexibilizar” as regras sanitárias para importar trigo da Rússia. O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério, Luís Eduardo Rangel, disse ao Valor que a norma deve sair na edição do “Diário Oficial da União” da próxima segunda-feira.

A decisão de liberar o trigo russo desagradou a área técnica do Ministério, que aponta riscos de o cereal russo trazer pragas inexistentes no Brasil e contaminar não só lavouras de trigo do Sul do país, como outras plantações como de soja e milho. De acordo com Rangel, no entanto, tudo será feito com procedimentos de segurança e controle para que o trigo russo não desembarque pelos portos do Sul.

Além do trigo, o secretário também revela que já estão praticamente concluídos os processos de liberação de pescado (principalmente bacalhau) e carne bovina da Rússia. Segundo ele, o pescado já foi liberado e três plantas brasileiras poderão fornecer para os russos, enquanto a carne ainda depende do serviço sanitário russo dar as últimas garantias sanitárias necessárias, já que a Rússia tem em seu histórico casos de febre aftosa.

A iniciativa do Ministério de agilizar essas aberturas comerciais ocorre depois de Moscou barrar todas as compras de carne bovina e suína produzidas por frigoríficos brasileiros, alegando ter encontrado o promotor de crescimento ractopamina, que é banido naquele país. Fiscais do Ministério da Agricultura avaliam que a Rússia vem impondo seus interesses comerciais para liberar a carne brasileira.

A Rússia é relevante para os exportadores das carnes bovina e suína. No primeiro caso, os russos respondem por 11% dos embarques. No segundo, a situação é de dependência. No acumulado do ano, a Rússia representou 40% das exportações brasileiras em volume e quase 50% em receita.


Leia mais: Diminui a participação de recursos próprios no custeio de safra de soja, diz Imea




Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
ANTT aprova início de audiência pública para mudar norma de metas ferroviárias
Safra de trigo do Paraná fica 26% abaixo do esperado com clima ruim
Clima adverso derruba safra de trigo no Paraná



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária