Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Metroviários do DF aceitam proposta do governo e cancelam greve

15/04/2018 - Correio Braziliense

Apesar de nota divulgada no site do Sindmetrô, de que a greve dos metroviários do DF teria início a partir desta segunda-feira (16/4), a categoria decidiu na noite de hoje cancelar a greve. Em assembleia, por 143 votos a 30, os funcionários aceitaram a proposta do governo. Segundo a categoria, a greve estava aprovada desde semana passada, mas teria que ser ratificada hoje, conforme foi definido na última assembléia, caso o GDF aprensentasse alguma proposta.

Segundo a ata da reunião no último dia 12 de abril, a empresa propôs ganho superior a 13% no benefício do auxílio-alimentação e incremento, entre outros pontos, nas seguintes cláusulas sociais: a criação de uma comissão paritária, em que Metrô-DF e SindMetrô-DF vão manter um canal de comunicação que viabilize a interação dos empregados junto à gestão da empresa; jornada de trabalho especial aos empregados que sejam pais ou responsáveis por pessoas com necessidades especiais, com redução de duas horas diárias; adoção de jornada de 30 horas para pilotos, entre outras. Sobre o reajuste de 8,41% e retroativo, a empresa informou que a questão foi judicializada no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

 

Comunicado de greve

 

Em comunicado publicado no site do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (Sindmetrô), os funcionários do Metrô-DF haviam informado que entrariam em greve. Eles reivindicaram condições melhores de trabalho e protestaram “pelo descaso do governo com a categoria, pela falta de negociação e por um metrô público de qualidade”. Os trens deveriam parar à meia-noite.

No último dia 8, quando a categoria decidiu se reunir com indicativo de greve, Israel Pereira, um dos diretores do sindicato, explicou a situação: "Não temos nenhuma proposta financeira da companhia da data base. Recebemos uma carta de que a empresa quer agendar uma reunião com a participação do GDF na quarta-feira para manter o diálogo aberto. A data base da categoria está vencida (desde 1º de abril) pelo acordo de negociação, infelizmente não temos proposta".

No fim do ano passado, os metroviários fizeram uma greve que durou 40 dias. A categoria voltou a trabalhar somente após decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10).

 

- Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2018/04/15/interna_cidadesdf,673897/metroviarios-do-df-aceitam-proposta-do-governo-e-cancelam-greve.shtml



Leia Mais: Greve na obra do metrô de Salvador continua após audiência terminar sem acordo



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Nos 50 anos do Metrô SP, uma visita ao 1º plano
Falta de energia provoca fechamento de todas as estações da Linha 1- Azul do Metrô de SP
Como conseguir uma vaga de trabalho no metrô de Salvador



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, terça-feira, 24 de abril de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária