Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Portas nas plataformas começam a ser instaladas em linhas mais antigas do Metrô de SP

12/06/2018 - Metro Jornal

Realidade em apenas algumas das novas estações, as portas nas plataformas, que impedem o acesso dos passageiros aos trilhos e abrem só no espaço destinado para embarque e desembarque, vão se espalhar pelas linhas mais antigas do Metrô.

O projeto da companhia prevê a instalação de 88 fachadas em 36 das estações mais movimentadas das linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. Os pontos de parada com apenas uma plataforma (esquerda e direita), caso da Conceição, terão dois conjuntos, um de cada lado. As estações com integração, como Paraí- so e República, terão quatro. A Sé ganhará 8 fachadas. Na quarta passada, o Metrô detalhou o projeto em audiência pública.

A expectativa é de que a licitação avance pelo segundo semestre e o contrato seja assinado no começo do ano que vem. O vencedor terá 56 meses – quatro anos e meio – para instalar as portas e implantar simulador de testes e centro de monitoramento. O valor do investimento não foi informado pelo Metrô. No início do ano, o governo do estado publicou projeto de lei em que pede autorização da Assembleia Legislativa para usar US$ 111 milhões (R$ 408 milhões na cotação de segunda-feira) que sobraram de um financiamento da linha 5-Lilás para usar na colocação das portas nas plataformas – que teria gasto total de R$ 454,8 milhões, ainda de acordo com o texto.

 

Ganho de eficiência

 

“A porta de plataforma aumenta a eficiência do Metrô, pois torna quase impossível que o passageiro provoque qualquer interferência nos trilhos”. Por interferência, Machado cita desde um lixo jogado até um acidente com vítimas que caem, são empurradas ou tentam o suicídio. “Qualquer incidente assim pode provocar um efeito cascata e atrasar todas as viagens e levar ao caos. Quando se reduz a chance de incidentes, as viagens ocorrem dentro do planejado e o sistema funciona melhor.” Como os pontos de parada mais antigos não foram desde o início projetados para terem as portas nas plataformas, Machado acredita que as obras podem demandar mais ajustes. “Além disso, como as estações estão em funcionamento, o horário de trabalho ficará restrito à madrugada.”

 

- Fonte: https://www.metrojornal.com.br/foco/2018/06/12/portas-nas-plataformas-comecam-ser-instaladas-em-linhas-mais-antigas-metro-de-sp.html




Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Metrô SP adia licitação da estação Jardim Colonial
Novas estações do metrô tiram passageiro de corredor
Justiça rejeita pedido de consórcio para que SP assuma conservação de canteiro da Linha 6 do Metrô



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, domingo, 21 de outubro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária