Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Revista Ferroviária



« Voltar
   

“Se há um modelo que pode destravar projetos é a PPP”, diz Ítalo Roppa, da CCR Mobilidade

26/10/2018 - Revista Ferroviária

“Se há um modelo que pode destravar os projetos de transporte sobre trilhos no Brasil, sem dúvida alguma, é a Parceria Público Privada”, afirmou o presidente da CCR Mobilidade, uma das divisões de negócio do grupo, Ítalo Roppa, em entrevista à Revista Ferroviária.

O executivo, que assumiu a função em julho (antes dela, ocupava o cargo de presidente da CCR Infra SP, responsável pela gestão das concessionárias de rodovias administradas pelo grupo) falou com propriedade sobre o assunto. Roppa acompanhou de perto as negociações para a primeira PPP do país, que foi a ViaQuatro (Linha 4-Amarela do Metrô SP). Depois dessa, vieram outras como o VLT Carioca, o Metrô de Salvador (CCR Metrô Bahia) e a ViaMobilidade. Sobre o projeto da capital baiana, afirma: “Nos deu a oportunidade de dar um passo adiante. Além de operar, manter e conservar, tivemos que construir praticamente toda a infraestrutura das linhas 1 e 2”.

O grupo CCR vem apostando no segmento ferroviário. A operação da companhia já totaliza cerca de 80 km de trilhos em grandes centros urbanos, como São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro. Acionista da ViaQuatro (Linha 4-Amarela do Metrô SP), a empresa também acabou de assumir (em agosto), por meio da ViaMobilidade, a Linha 5-Lilás, e futuramente a Linha 17-Ouro (monotrilho). Com essas duas linhas prontas, a CCR poderá somar mais 28,8 km, totalizando aproximadamente 110 km de trilhos de operação.

 



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Rumo Logística planeja investir R$ 6 bilhões no Porto até 2022
Setor privado não pode investir em tudo, diz Abdib
Conheça propostas para o avanço da mobilidade sobre trilhos no país



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, segunda-feira, 12 de novembro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária