Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

CPTM confirma retomada de integração tarifária em Mauá

03/08/2017 - Diário do Grande ABC

Após sete meses de negociação com a Prefeitura de Mauá, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) finalmente confirmou nesta semana a retomada da integração tarifária com o transporte coletivo da cidade.

Segundo a companhia, no momento um novo termo para concessão do benefício está em elaboração. No entanto, ainda não existe definição da data exata para que a integração volte a ser concedida a usuários no município.

Lançada em setembro de 2014, a integração tarifária entre os dois sistemas beneficiava usuários do transporte coletivo com desconto de R$ 0,50 por viagem para passageiros que utilizavam ônibus municipais de Mauá e, posteriormente, fizessem baldeação na estação de trens localizada na região central, ao lado do terminal de ônibus.

O benefício, no entanto, foi suspenso em 9 de março do ano passado após a antiga gestão, chefiada pelo ex-prefeito Donisete Braga (PT), não honrar compromisso firmado com a companhia estadual, que previa o repasse dos custos gerados com o desconto fornecido aos usuários durante a baldeação, na ordem de R$ 1,05 milhão.

À época, conforme noticiado pelo Diário, após o calote, a CPTM chegou a incluir o nome da Prefeitura de Mauá no Cadin (Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais), registro que verifica pendências financeiras de municípios com entidades do governo estadual. A decisão foi baseada em resoluções da lei estadual 12.799/2008 e do decreto 53.455. Ambas determinam restrições adotadas a municípios que possuem débitos com órgãos do Estado.

Com o nome negativo e dificuldades para oficializar novos convênios, a Prefeitura de Mauá chegou a firmar, no fim do ano passado, acordo com a CPTM para quitar o débito. Porém, coube ao atual prefeito Atila Jacomussi (PSB) iniciar tratativas com a companhia estadual para retomar o benefício.

Desde o início do ano o chefe do Executivo tem se reunido com representantes da empresa a fim de solucionar pendências administrativas que impediam a oficialização do novo acordo, dentre eles a retirada dos equipamentos da PK9 Tecnologia e Serviços Ltda, antiga empresa responsável pelo sistema de bilhetagem do município. O procedimento que era uma das ações pendentes que barravam a então renovação do convênio foi encerrado em abril deste ano.

Com o retorno da integração tarifária, existe a expectativa por parte de moradores de que o benefício, desta vez, seja estendido para a Estação Guapituba da CPTM, que integra o itinerário da Linha 10–Turquesa. A proposta, contudo, não é citada pela companhia estadual nem pela Prefeitura de Mauá.

Atualmente, segundo a CPTM, média de 62,2 mil embarques por dia são registrados nas três estações de trens instaladas no município, sendo 48,1 mil em Mauá, 8.100 mil na Guapituba e 6.000 mil em Capuava.

Na gestão passada, a estimativa da Prefeitura era a de que a integração aumentasse em até 30% o fluxo de passageiros do sistema de trens. Essa porcentagem seria de usuários que sem a integração optariam por utilizar ônibus intermunicipal em virtude do custo menor.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Estação Brás Cubas da CPTM é interditada no sentido Mogi para obras
CPTM atrasa prazo para arrumar vãos na Luz e coloca degrau de madeira em Mogi
CPTM destaca mapeamento da malha ferroviária por sistema de georreferenciamento



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, domingo, 22 de outubro de 2017
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária