Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

CPTM confirma retomada de integração tarifária em Mauá

03/08/2017 - Diário do Grande ABC

Após sete meses de negociação com a Prefeitura de Mauá, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) finalmente confirmou nesta semana a retomada da integração tarifária com o transporte coletivo da cidade.

Segundo a companhia, no momento um novo termo para concessão do benefício está em elaboração. No entanto, ainda não existe definição da data exata para que a integração volte a ser concedida a usuários no município.

Lançada em setembro de 2014, a integração tarifária entre os dois sistemas beneficiava usuários do transporte coletivo com desconto de R$ 0,50 por viagem para passageiros que utilizavam ônibus municipais de Mauá e, posteriormente, fizessem baldeação na estação de trens localizada na região central, ao lado do terminal de ônibus.

O benefício, no entanto, foi suspenso em 9 de março do ano passado após a antiga gestão, chefiada pelo ex-prefeito Donisete Braga (PT), não honrar compromisso firmado com a companhia estadual, que previa o repasse dos custos gerados com o desconto fornecido aos usuários durante a baldeação, na ordem de R$ 1,05 milhão.

À época, conforme noticiado pelo Diário, após o calote, a CPTM chegou a incluir o nome da Prefeitura de Mauá no Cadin (Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais), registro que verifica pendências financeiras de municípios com entidades do governo estadual. A decisão foi baseada em resoluções da lei estadual 12.799/2008 e do decreto 53.455. Ambas determinam restrições adotadas a municípios que possuem débitos com órgãos do Estado.

Com o nome negativo e dificuldades para oficializar novos convênios, a Prefeitura de Mauá chegou a firmar, no fim do ano passado, acordo com a CPTM para quitar o débito. Porém, coube ao atual prefeito Atila Jacomussi (PSB) iniciar tratativas com a companhia estadual para retomar o benefício.

Desde o início do ano o chefe do Executivo tem se reunido com representantes da empresa a fim de solucionar pendências administrativas que impediam a oficialização do novo acordo, dentre eles a retirada dos equipamentos da PK9 Tecnologia e Serviços Ltda, antiga empresa responsável pelo sistema de bilhetagem do município. O procedimento que era uma das ações pendentes que barravam a então renovação do convênio foi encerrado em abril deste ano.

Com o retorno da integração tarifária, existe a expectativa por parte de moradores de que o benefício, desta vez, seja estendido para a Estação Guapituba da CPTM, que integra o itinerário da Linha 10–Turquesa. A proposta, contudo, não é citada pela companhia estadual nem pela Prefeitura de Mauá.

Atualmente, segundo a CPTM, média de 62,2 mil embarques por dia são registrados nas três estações de trens instaladas no município, sendo 48,1 mil em Mauá, 8.100 mil na Guapituba e 6.000 mil em Capuava.

Na gestão passada, a estimativa da Prefeitura era a de que a integração aumentasse em até 30% o fluxo de passageiros do sistema de trens. Essa porcentagem seria de usuários que sem a integração optariam por utilizar ônibus intermunicipal em virtude do custo menor.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Governo do Estado autoriza contratação da 2ª fase de obras da estação da CPTM em Suzano
Equipamentos que seriam utilizados na revitalização da CPTM estão abandonados
Trens da Linha 9 da CPTM circulam por uma via após passageiro cair nos trilhos



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária