Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Polícia Federal faz operação contra fraude em obras do VLT em Mato Grosso

09/08/2017 - G1

Uma operação que apura fraudes em obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e em Várzea Grande, região metropolitana, foi deflagrada nesta quarta-feira (9) pela Polícia Federal de Mato Grosso. Segundo a PF, são 18 mandados de busca e apreensão, que devem ser cumpridos em Mato Grosso, Minais Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

De acordo com a PF, a operação ‘Descarrilho’ apura crimes de fraude em procedimentos licitatórios, associação criminosa, corrupção ativa e passiva, peculato e lavagem de capitais que teriam ocorrido durante a escolha do modal do VLT e a execução da obra na capital mato-grossense.

Do total de 18 mandados de busca e apreensão, 10 são em Cuiabá (MT), um em Várzea Grande (MT), um em Belo Horizonte (MG), um no Rio de Janeiro (RJ), um em Petrópolis (RJ), dois em São Paulo (SP) e dois em Curitiba (PR). Os policiais federais cumprem ainda um mandado de condução coercitiva na capital mato-grossense. A PF não divulgou quem são os nomes dos alvos da operação.

A investigação colheu elementos pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal que apontam indícios de acertos de propina com representantes de empresas integrantes do Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande, bem como desvio de recursos por intermédio de empresas subcontratadas pelo consórcio.

 

VLT

Com R$ 1 bilhão já investido, a obra do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que deveria ter ficado pronta para atender a demanda da Copa do Mundo de 2014, completou dois anos e sete meses parada.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Presidente da Caixa promete apoio para retomada de obras do VLT de Cuiabá; Estado avalia PPP
Secretário acha “difícil” consórcio continuar e vê PPP como melhor saída para o VLT de Cuiabá
Parte de condomínio de luxo deverá ser demolida para obra do VLT em Cuiabá



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, terça-feira, 22 de agosto de 2017
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária