Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Consulta pública da Ferrogrão é adiada para outubro

29/09/2017 - Valor Econômico

O governo adiou a consulta pública do projeto da Ferrogrão, a ferrovia "das tradings", para meados de outubro, apurou o Valor. Originalmente, a consulta pública deveria ser lançada hoje, conforme o cronograma do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), mas devido a trâmites burocráticos teve de ser prorrogada. A estimativa agora é que a consulta seja lançada até o dia 15. Cabe à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fazer a licitação.

Contudo, isso não deve comprometer o cronograma do empreendimento, disse uma fonte do governo. A Ferrogrão é um projeto novo que vai conectar a região produtora de grãos do Centro-Oeste ao Estado do Pará, chegando ao porto de Miritituba, num trajeto de 1.142 quilômetros entre Sinop (MT) a Miritituba (PA).

É idealizada pelo consórcio Pirarara, formado pela Estação da Luz Participações (EDLP) e pelas tradings agrícolas ADM, Cargill, Amaggi, Louis Dreyfus e Bunge. O grupo foi responsável por apresentar ao governo a Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) do empreendimento. "O importante não é que seja rápido, mas que seja bem feito", disse o presidente da EDLP, Guilherme Quintella, ao ser procurado pelo Valor.

A Ferrogrão tem como objetivo dar uma solução logística para o escoamento da produção do Centro-Oeste que avança em direção ao Norte. O empreendimento está orçado em R$ 12,6 bilhões, sendo a maior parte, cerca de R$ 9 bilhões, concentrada nos cinco primeiros anos. Há uma previsão de que o BNDES financie até 80% da obra. O consórcio Pirarara pretende entrar com no máximo 40% do investimento e busca parceiros com equity e conhecimento de construção e operação ferroviária. A concessão terá prazo de 65 anos.

Na recente missão à China, a Ferrogrão foi o projeto ferroviário que mais atraiu atenção, com perguntas de quase duas dezenas de grupos. Os outros dois projetos ferroviários do PPI (Fiol e Norte-Sul) são "brownfield", com previsão de serem licitados em 2018.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
ANTT rejeita incluir expansão de ferrovia em Mato Grosso em contrato de renovação da malha paulista
Projeto da Ferrogrão terá mais audiências públicas a pedido de comunidades do Pará
ANTT prorroga prazo da Ferrogrão



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, terça-feira, 23 de janeiro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária