Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

PPI anuncia 31 novo projetos. Terminal de contêineres no Porto de Suape (pe) é o mais cobiçado

26/03/2018 - Agência Infra

O PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) anunciou, na segunda-feira (19), 31 novos projetos que serão concedidos à iniciativa privada ainda este ano, totalizando previsão de investimentos na ordem de R$ 10 bilhões. As informações estão neste link.

Na área portuária, foram qualificados sete novos terminais: três de combustíveis, no Porto de Cabedelo (PB), e dois de granéis líquidos, no Porto de Santos (SP). Nesses, os EVTEAs (Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental) já foram finalizados e a estimativa é de que sejam investidos R$ 400 milhões. Os outros dois terminais portuários anunciados estão no Porto de Suape (PE).

Os estudos dessas unidades estão sendo finalizados pela EPL (Empresa de Planejamento e Logística). Não há ainda, portanto, um balanço do investimento. O PPI, porém, estima que todo investimento na área portuária atinja cerca de R$1,3 bilhão.

O mais cobiçado dos investimentos portuários é o terminal de contêineres greenfield do porto pernambucano. Empresas de várias partes do mundo já manifestaram interesse no terminal, considerado estratégico para o setor e que está há quase uma década para ser licitado. (em 20/03)



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Porto de Suape avança na busca por investidores
Caminhoneiros autônomos encerram greve no Porto de Santos
Porto de Paranaguá deixou de receber mil caminhões com protestos



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, segunda-feira, 18 de junho de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária