Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

PPI anuncia 31 novo projetos. Terminal de contêineres no Porto de Suape (pe) é o mais cobiçado

26/03/2018 - Agência Infra

O PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) anunciou, na segunda-feira (19), 31 novos projetos que serão concedidos à iniciativa privada ainda este ano, totalizando previsão de investimentos na ordem de R$ 10 bilhões. As informações estão neste link.

Na área portuária, foram qualificados sete novos terminais: três de combustíveis, no Porto de Cabedelo (PB), e dois de granéis líquidos, no Porto de Santos (SP). Nesses, os EVTEAs (Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental) já foram finalizados e a estimativa é de que sejam investidos R$ 400 milhões. Os outros dois terminais portuários anunciados estão no Porto de Suape (PE).

Os estudos dessas unidades estão sendo finalizados pela EPL (Empresa de Planejamento e Logística). Não há ainda, portanto, um balanço do investimento. O PPI, porém, estima que todo investimento na área portuária atinja cerca de R$1,3 bilhão.

O mais cobiçado dos investimentos portuários é o terminal de contêineres greenfield do porto pernambucano. Empresas de várias partes do mundo já manifestaram interesse no terminal, considerado estratégico para o setor e que está há quase uma década para ser licitado. (em 20/03)



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Movimentação de cargas: porto de Paranaguá registra crescimento de 14,6%
Ibama determina embargo à operação de porto no RJ
Leilão de área no porto de Santana, no AP, pretende movimentar R$ 60 milhões



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, terça-feira, 24 de abril de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária