Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Rumo e ECTP triplicam capacidade do terminal ferroviário de Chapadão do Sul

03/07/2018 - Rumo

Com investimento de aproximadamente R$ 27 milhões, a Rumo e a ECTP (Engelhart Commodities Trading Partners) inauguram nesta quarta-feira (4), o novo terminal de Chapadão do Sul, com as obras de ampliação concluídas. Localizado no principal corredor de exportação ferroviário do país, a unidade receberá mais de 2 milhões de toneladas/ano, triplicando o potencial de expedição de cargas na região.

Reativado em fevereiro de 2017, o terminal movimentou 600 mil toneladas de soja e milho no último ano. Agora, com sua ampliação, a estimativa é diversificar a oferta e captar cargas dos municípios do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás.

“Trabalhamos estrategicamente para garantir investimentos de grande porte nunca feitos antes na região. A obra reforça o nosso compromisso no escoamento da produção nacional”, destaca Julio Fontana Neto, presidente da Rumo.

O plano de obras foi dividido em duas etapas. Inicialmente, o trabalho contemplou a reforma estrutural do terminal para garantir a reativação das operações. Já na segunda fase, os serviços foram concentrados na ampliação da estrutura: foram instalados 1 novo tombador e 2 novas tulhas, com aumento na capacidade estática de 9 mil para 39 mil toneladas.

Além dos ganhos operacionais a partir deste mês de julho, a modernização da estrutura do terminal proporcionará benefícios ambientais. A estimativa é de um crescimento de 300% na movimentação de cargas pelo modal ferroviário. O valor equivale a cerca de 35 mil viagens de caminhões por ano, mudança que ameniza os gargalos logísticos e reduz significativamente a emissão de poluentes.

 

Investimentos

 

Desde que assumiu a concessão, em abril de 2015, a Rumo já investiu cerca de R$ 6,7 bilhões. Os principais recursos foram destinados para a renovação da frota (aquisição de 2.649 vagões e 178 locomotivas), criação e aperfeiçoamento de pátios de cruzamento e melhorias em tecnologia e segurança da operação.

Os constantes investimentos aumentaram a segurança na operação, além de contribuir para o escoamento da safra agrícola, além de trazer perspectivas positivas para o mercado de importação e exportação. Somente no primeiro trimestre de 2018, a empresa registrou um crescimento de 18% no volume transportado em comparação com o mesmo período de 2017, totalizando 11,8 bilhões de TKU (toneladas por quilômetro útil). 



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do site Revista Ferroviária.

 Notícias Relacionadas
Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário será votado nesta quarta
Rumo reverte prejuízo e lucra R$ 229 milhões
Rumo Logística planeja investir R$ 6 bilhões no Porto até 2022



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, sábado, 17 de novembro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária