A Revista Ferroviária celebra seus 80 anos junto com o setor.

Veja quem celebra com a gente:

A Revista Ferroviária celebra seus 80 anos junto com o setor.

Veja quem celebra com a gente.

A Revista Ferroviária tem sido uma referência para o setor ao longo dos anos pela sua qualidade, tradição e capacidade de traduzir um segmento especializado de forma clara e informativa a todos. Nada mais justo que, nesse momento de renascimento do espírito ferroviário no Brasil, com a concessão da Norte-Sul, os leilões que se avizinham e as inéditas renovações antecipadas, a Revista comemore uma data tão marcante. Que sua longevidade torne-se exemplo. Se o futuro logístico brasileiro passa pelo equilíbrio de sua matriz de transportes, acreditar no modo ferroviário como a RF acredita há 80 anos é imperativo para que o o país cumpra com o seu destino que é ser grande.

É com muita consideração e respeito que o setor ferroviário reconhece esta notável trajetória de 80 anos da Revista Ferroviária, uma história pautada na produção de conteúdo confiável e de credibilidade. Nossos parabéns à toda esta equipe que trilha pelo caminho da excelência, com ética e a responsabilidade do bom jornalismo. Desejamos tantas outras décadas de crescimento e sucesso, para que sigam levando informação relevante e de qualidade aos leitores. Que esta data seja celebrada e reconhecida com todo o carinho que merecem.

“A Revista Ferroviária acompanha de perto o setor ferroviário nacional há oito décadas e é responsável por cobrir e debater tudo que envolve nossa infraestrutura. As ferrovias movimentam este País, transportando cargas essenciais para a nossa economia. Muito me orgulha ter visto a Rumo em suas páginas nos últimos anos como protagonista em várias pautas relacionadas a temas como crescimento, transformação da infraestrutura nacional, agenda de ESG e inovação”.

Ao direcionar o olhar para o transporte sobre trilhos, a Revista Ferroviária contribui para o fortalecimento do setor. Ao longo das últimas décadas, a publicação testemunhou marcos como a implantação da Estrada de Ferro Carajás, a modernização da Estrada de Ferro Vitória a Minas e o surgimento de novas tecnologias. Além do registro de acontecimentos, a cobertura antecipa tendências e leva ao leitor a visão de profissionais que ajudam a construir a malha ferroviária no país. Parabéns à Revista Ferroviária pelos 80 anos de trajetória.

Além de membro do Conselho Editorial da Revista Ferroviária, sou leitor assíduo tanto da versão impressa quanto do portal. A publicação é essencial para o setor, pois apresenta as principais iniciativas de empresas, fornecedores e parceiros do mundo ferroviário. As reportagens são aprofundadas, trazem muita informação. Gosto muito das entrevistas com executivos, autoridades e profissionais do mercado além da tradicional “nota técnica” que abre espaço para publicação de artigos técnicos de colaboradores do setor. Através das entrevistas, a Revista Ferroviária suscita debates sobre temas importantes para o setor e que não estão presentes nos demais veículos de imprensa.

Ao longo de 80 anos, a Revista Ferroviária é testemunha de importantes transformações e evoluções no transporte sobre trilhos no Brasil. Para a VLI, é gratificante estar ao lado da RF nessa trajetória, uma vez que, embora sejamos uma empresa que acaba de completar 10 anos, possuímos ativos centenários. Nossos parabéns à toda a equipe da revista, pelo reconhecido profissionalismo na cobertura de um setor indispensável para o futuro do nosso país.

Como um apaixonado que sou por ferrovia, fico muito feliz em ver uma publicação tão importante quanto a Revista Ferroviária chegar aos 80 anos com tamanha força e vitalidade. Várias edições marcaram a minha trajetória ferroviária, em especial uma de março de 1995 quando, ainda como gerente comercial da RFFSA , fui entrevistado para uma reportagem sobre o aumento no transporte de cargas na antiga SR-12, em São Luís. Continuo trabalhando incansavelmente pelo crescimento do setor ferroviário e acredito que a RF tem papel fundamental para dar visibilidade a este segmento, mostrando os desafios, os investimentos, as novas tecnologias e, principalmente, as pessoas que fazem a ferrovia.

Acompanho a Revista Ferroviária desde quando comecei minha vida profissional na indústria ferroviária, no início de 1979, há quase 42 anos. Ou seja, pouco mais da metade dos gloriosos 80 anos da prestigiosa Revista Ferroviária. Vivenciei muitas histórias ao longo deste tempo, ao lado do saudoso Gerson Toller e de sua esposa Regina Peres, que deu continuidade à sua obra. Discutíamos sobre tudo, desde as agruras de nosso setor e seu futuro potencialmente promissor até o papel relevante reservado à indústria ferroviária para, após ressurgir de gloriosos tempos passados, pudesse bem atender às concessionárias do transporte ferroviário, de carga e de passageiros. Foram conversas, artigos, encontros em eventos, entrevistas que me ajudaram a pensar o futuro de nosso setor, baseado na experiência da Revista e em conjunto com outros atores. Um dos pontos de partida para esse pensar foi a grande ideia, visionária, que o Gerson teve, de realizar uma feira de nosso setor, a “Negócios nos Trilhos”, em meados da década de 90, que trouxe a visibilidade que todos nós precisávamos. Ela se perpetuou, o que comprova a visão estratégica da Revista e de seus dirigentes, incluindo o Claudinei Carvalho e toda sua equipe ao longo dos tempos até hoje. Por tudo isso, ao chegar a 80 anos ininterruptos de uma exemplar existência, devemos louvar o espírito pioneiro desta Revista, que tem tudo para continuar trilhando seu caminho de sucesso, para o bem do setor ferroviário brasileiro e de sua gente. Que venham mais 80 anos!

A Revista Ferroviária é uma publicação tradicional do setor ferroviário brasileiro. O meu pai foi ferroviário a vida toda e recebia a revista. Eu lembro que folheava a revista quando chegava e, depois, a Revista Ferroviária passou a fazer parte da minha vida profissional. Com o passar dos anos, a revista se modernizou e, hoje, é o principal veículo de divulgação dos temas relevantes para o setor.

Minha relação com a Revista Ferroviária conjuga amizade e profissionalismo. Nossa história começou em 1986, quando fui apresentado ao Gerson Toller. Fui para São Paulo para fazer a cisão operacional entre a Fepasa e a CPTM e ele queria conhecer o Centro de Controle da Fepasa na Barra Funda. Demos uma volta de trem, mostrei o CCO e fomos almoçar. Ali nasceu nossa ligação de amizade e profissionalismo. Falar da Revista Ferroviária é fazer uma retrospectiva da minha vida pessoal e profissional. Eu vi e acompanhei a projeção da revista e para mim ela é um ícone no nosso segmento.

O aniversário de 80 anos da Revista Ferroviária demonstra não apenas a qualidade e a relevância da publicação, com importantes análises sobre o setor, mas mostra também a importância das ferrovias e empresas de transporte sobre trilhos no Brasil, seja de passageiros ou de cargas. É um setor fundamental que sempre precisa se modernizar para cumprir com responsabilidade a sua missão. Agradeço à publicação por sempre abrir espaço para a CPTM e esperamos manter a parceria pelos próximos 80 anos!

Parabenizo a Revista Ferroviária, principal publicação nacional especializada neste modal de transporte de passageiros e carga, e registro minha satisfação em acompanhar o fortalecimento da RF, que nesses 80 anos contribuiu significativamente para o fortalecimento do setor metroferroviário, trazendo informação de qualidade e tendências do mercado. Nós, leitores da RF, desejamos muitos anos pela frente, acompanhando e incentivando o crescimento do transporte sobre trilhos, setor fundamental para o desenvolvimento do nosso continental país.

Chegar aos seus 80 anos de existência nos mostra a qualidade da Revista Ferroviária, o profissionalismo da sua equipe e a grande relevância que o veículo tem para o transporte sobre trilhos. Com suas reportagens e levantamento de dados, a revista nos traz um olhar profundo sobre o setor e facilita o entendimento do cenário em nível nacional. A revista se faz presente em grandes momentos da SuperVia, por isso estamos sempre à disposição para contribuir e honrados por participar desta comemoração.

A Revista Ferroviária é um referencial para o setor metroferroviário no país e uma fonte de informação fundamental para discutir o desenvolvimento do transporte de passageiros sobre trilhos, um dos temas mais relevantes da atualidade nas grandes cidades. A revista traz uma radiografia acurada do setor ferroviário no país e acompanha com precisão as informações sobre o setor, jogando uma luz sobre as políticas, investimentos e decisões sobre o transporte sobre trilhos.

“Vivemos um momento de grande desafio para a mobilidade urbana. As mudanças impostas pela pandemia  exigiram uma reinvenção do transporte público. Ter um veículo especializado como a Revista Ferroviária, que investe e valoriza as pautas do setor, é fundamental para a divulgação dos serviços das empresas, além de permitir discussões relevantes sobre estrutura e logística do sistema metroferroviário e de modelos contratuais e de governança. A informação qualificada é, sem dúvida, um dos nossos maiores aliados ”.

Desde que iniciei minha trajetória no setor de mobilidade urbana, acompanho a Revista Ferroviária, importante referência no setor de transportes do país. Nos últimos anos, o transporte de passageiros vem ganhando cada vez mais relevância como solução de mobilidade e de inclusão social nas grandes regiões metropolitanas e a publicação acompanha esta trajetória. Esse papel continuará importante em seus próximos 80 anos, como fonte de informação e de debates para o setor. As reportagens da Revista Ferroviária são consultas necessárias para todos aqueles que discutem alternativas e tendências, com vistas a tornar o transporte de pessoas nas cidades mais eficiente e sustentável.

A Revista Ferroviária foi, basicamente, feita pelo nosso amigo Gerson Toller, marido da dona Regina e grande incentivador da área ferroviária no Brasil. A Revista Ferroviária, dentro do seu segmento, é a mais completa que existe no Brasil, a mais bem estruturada, a mais bem impressa, com fotografias excelentes e artigos técnicos de alta relevância. Foi e é uma revista, sem dúvida nenhuma, que pode ser considerada uma excelência de grande valor. Nessa fase em que ela completa 80 anos, eu tenho que dar parabéns e votos de admiração aos donos da revista, aos que a criaram e, em nome do Simefre, tenho a honra de poder prestar esse depoimento a favor da RF, que tem sido, dentro da área ferroviária, a grande defensora, ilustradora e demonstradora da importância da área ferroviária no Brasil, não só para o setor de cargas, mas também para o setor de passageiros.

Parabenizo a Revista Ferroviária pelo importante papel de fomentar o setor ferroviário através de suas iniciativas. Há 80 anos, a publicação vem valorizando as melhores práticas realizadas pelos operadores e promovendo importantes discussões para o crescimento do nosso setor, sobretudo por ser um pilar imprescindível para o desenvolvimento das grandes cidades e do nosso país. Que essa revista continue com o mesmo sucesso e siga nos apoiando e dando visibilidade a todos os esforços empregados para transformar a mobilidade urbana no Brasil.

A Revista Ferroviária tem sido uma referência para todo o setor no país porque trata dos assuntos relevantes, traz a memória e aspectos importantes do dia a dia das empresas, dos operadores, das pessoas que trabalham no setor. E, acima de tudo, é um repositório das principais conquistas dos últimos anos. Desejamos uma longa vida à Revista Ferroviária e que ela continue sendo essa referência que é.

Para o VLT Carioca, é um orgulho trilhar junto com a Revista Ferroviária o caminho que busca diariamente o desenvolvimento do setor. Nossa trajetória ainda é recente dentro desses 80 anos, mas já reúne marcos importantes, entre eles o reconhecimento como melhor operador de VLT ao longo dos últimos três anos. Esperamos que essa parceria se mantenha duradoura e próspera.

É com a mais alta estima que parabenizo a Revista Ferrovia por sua trajetória octogenária e a todos os profissionais que escreveram esta rica história. Uma brilhante caminhada que a transformou em uma referência técnica do setor. Com apuração minuciosa e reportagens de excelência, vejo como uma leitura obrigatória para todos aqueles que vivem o mundo metroferroviário. Em nome da CBTU, agradecemos a Revista pelos grandes serviços prestados à ferrovia no decorrer destes 80 anos.

A Revista Ferroviária é um canal fundamental de informação e incentivo para o setor metroferroviário. Ao longo dos anos, produziu inúmeros dados estatísticos, reportagens e debates que propiciaram clareza para a tomada de decisões empresariais e públicas de avanço do setor. Nos últimos anos, a RF dedicou várias matérias, registrou e prestigiou o avanço do Sistema Metroviário na Bahia, que vem crescendo a partir de 2014 com a implantação de 33km em 2 Linhas e com os novos investimentos em execução, como a Expansão Norte da Linha 1 (Tramo III), com 5km e o Monotrilho do Subúrbio, com 23,3km de extensão, sendo fundamental para o reconhecimento da região metropolitana de Salvador entre os maiores serviços metroferroviários do país. Nestes 80 anos de atuação, a Revista Ferroviária consolida-se, a cada dia, como veículo de comunicação representativo do setor metroferroviário de passageiros no Brasil. Suas iniciativas vêm possibilitando ampliar conhecimentos e evidenciam a crescente importância dos Sistemas Sobre Trilhos para a melhoria da mobilidade urbana e da qualidade de vida dos cidadãos que vivem nas grandes cidades brasileiras. A CTB parabeniza os fundadores, os atuais membros diretivos, o corpo de funcionários e os patrocinadores da Revista Ferroviária pela essencial e intensa contribuição ao setor metroferroviário brasileiro. Vida longa à Revista Ferroviária!

A Revista Ferroviária tem sido parceira da AEAMESP na valorização do transporte sobre trilhos e dos profissionais desse segmento. Como veículo de comunicação de abrangência nacional, a publicação fortalece as conexões entre os protagonistas do setor, favorecendo a circulação do conhecimento, o crescimento e o amadurecimento dos envolvidos. Falando em amadurecimento, passamos por esse processo intensamente em 2020. Só podemos agradecer à RF pelo apoio à divulgação da Semana de Tecnologia metroferroviária e aos webinars, mantendo nossa comunidade unida, mesmo à distância. Em nome da AEAMESP, parabéns, RF!

Tradição e atualidade – não poderia pensar na Revista Ferroviária sem lembrar o saudoso Gerson Toller, grande pessoa que marcou nosso setor no tempo em que esteve conosco e nos legou nossa feira ferroviária, fundada por ele em 1999. Foi na Revista que publiquei minha dissertação de mestrado e participei de tantos eventos, além de constantemente me atualizar por meio de sua newsletter. Parabéns, Revista Ferroviária! 80 anos sem sair dos trilhos.

O Instituto de Engenharia parabeniza a Revista Ferroviária pelas suas oito décadas de atuação no setor, propiciando informações com transparência e credibilidade. Este Instituto acredita na importância do modal ferroviário como instrumento para o desenvolvimento do País, por meio do investimento em sua ampliação, com integrações de outros modais que viabilizem o escoamento eficiente de nossa produção, com redução nos custos do transporte e no impacto socioambiental.

Mais do que ser, hoje, a publicação periódica mais antiga do Brasil, a RF é uma instituição para o transporte ferroviário. Suas páginas trazem informações preciosas que agregam todos os atores do setor e, em seus 80 anos, sempre aliou esperança ao noticiar projetos de relevância para a expansão da malha ferroviária, com a coragem em cobrar dos governos políticas públicas de investimentos permanentes. Desde meus tempos de universitário, a RF tem sido uma presença fundamental na minha formação profissional. E que venham os próximos 80!

Tenho a maior satisfação em participar deste momento tão emblemático para a Revista Ferroviária, a qual, desde o lançamento em janeiro de 1940 no Rio de Janeiro, se tornou a mais antiga revista do Brasil publicada por uma editora privada com circulação regular, focando o setor de transporte ferroviário, metroviário e metropolitano. Portanto, são 80 anos de uma existência profícua, profissional e independente tanto em termos técnicos quanto jornalísticos, do qual todos temos que nos orgulhar. Honra para mim, particularmente, na medida em que fui capa da edição do ano 62 da revista, de junho de 2001, na qual, na condição de secretário de Transportes Terrestres do então Ministério dos Transportes, apregoava a necessidade de transferir parte dos benefícios gerados no sistema ferroviário aos clientes e à sociedade. Este fato gerou enorme repercussão, tudo por obra da generosidade do saudoso Gerson Toller. Reconhecidamente, a Revista Ferroviária é o principal veículo de informação técnica do setor ferroviário brasileiro. As matérias trazem, além do rigor necessário a este tipo de informação, dados relevantes que se tornaram referência a todos aqueles que militam neste setor ou que buscam conhecê-lo com maior profundidade. A Revista tornou-se, assim, uma fonte de conhecimento na qual a informação, a análise e as avaliações são matéria-prima essencial ao diagnóstico e ao planejamento setorial. Essas características dão à Revista Ferroviária a credibilidade que só o rigor técnico e a informação precisa podem agregar à longa vida editorial de uma revista no Brasil. Alie-se a isso a independência na formulação de suas matérias, as abordagens e as indicações de temas que muito agregam ao ambiente ferroviário brasileiro. Fonte preciosa de informações, a Revista, ao longo destes 80 anos, trouxe (e tem trazido) matérias ferroviárias relevantes, das quais podemos destacar as estatísticas de movimentação de mercadorias que se tornaram fontes obrigatórias de pesquisa e avaliações de mercado. Aliado a isso são publicados mapas ferroviários, com detalhes para que se possam entender os grandes eixos de escoamento da produção e as interligações tão necessárias à intermodalidade. O Anuário da Revista também tem se tornado leitura obrigatória, pois contém relevantes informações relativas às concessionárias de carga e de passageiros, além dos investimentos realizados, das listas de fabricantes de máquinas e equipamentos ferroviários, empresas construtoras de superestrutura e consultorias especializadas do setor. É um guia e, portanto, indispensável para todos que trabalham, planejam ou estudam o setor. Relevantes também são as informações e dados contidos nos relatórios de mercado sobre locomotivas, vagões, terminais e contratos. Um dos mais importantes são aqueles referentes aos projetos ferroviários que, ao darem suas características básicas, possibilitam formas de definição de estratégias empresariais para a logística de seus produtos e matérias-primas. À Revista Ferroviária, desejo ainda muitos anos de vida editorial, que só agregarão à sociedade brasileira fonte de conhecimento e de informações da maior relevância e importância para este segmento fundamental para a matriz de transportes do Brasil. E a todos os colaboradores, a sabedoria de manter e evoluir na busca da excelência empresarial e jornalística.

Como presidente da Greenbrier Maxion, a maior fabricante de vagões de carga do continente sul-americano, sou assinante da Revista Ferroviária, que é a principal fonte de informações do setor metroferroviário do Brasil. Através da revista acompanho as principais informações deste segmento tão importante para o desenvolvimento do país. Parabenizo a Revista Ferroviária por se manter firmemente há 80 anos como a maior e principal fonte de informações do setor, e garantir que o público não só conheça de ferrovia, mas se orgulhe do que estamos construindo.

Como diretor geral da AmstedMaxion, fundição que há 77 anos mantem suas atividades ininterruptas fornecendo peças fundidas e rodas ferroviárias, sou assinante da Revista Ferroviária, que, graças a sua competência e perseverança, tem se mantido como a principal do segmento, mantendo seus leitores sempre atualizados sobre as principais notícias metroferroviárias, de infraestrutura e logística. Parabéns à Revista Ferroviária pelos seus 80 anos de compromisso com seus leitores e com a informação!

“Fundamental no setor ferroviário a Revista Ferroviária contempla o que de mais relevante acontece nesse mercado. Prestigiamos e participamos em diversas oportunidades. Recordamos matérias importantes sobre nossos produtos como: economia de friso de rodas através de Shear Pads, coberturas de Negócio nos Trilhos, lançamento de placas de fixação para trilhos e os excelentes resultados obtidos nos sistemas massa mola na Linha 5 do Metrô SP. Vibtech parabeniza toda a equipe e desejamos muito sucesso.”

Oito décadas representam realmente uma longa caminhada, principalmente para um veículo de comunicação de um setor que foi desprezado durante muitos anos.

No ano em que a MATISA completa 75 anos de presença no mercado ferroviário, pioneira no seu ramo de atuação, achamos que já tínhamos atingido uma longa caminhada. Surpreendentemente, a Revista Ferroviária completara 80 anos.

Acompanhamos desde sempre as publicações da Revista, certamente os nossos antecessores na MATISA Brasil tiveram a mesma expectativa que temos ao receber uma nova edição da Revista Ferroviária. Hoje, o mundo mudou, recebemos até a versão digital, mas nada substitui a versão impressa que fica sempre disponível na nossa sala de espera e na sala onde reune-se a nossa equipe técnica.

Sem sombra de dúvida, a Revista Ferroviária é uma grande protagonista do avanço das ferrovias no país, sempre promovendo eventos como a criação da feira Negócios nos Trilhos há alguns anos e o prêmio anual da revista.

A MATISA considera este veículo de imprensa como o único do setor ferroviário e através dele, estamos sempre a par das novidades do mercado. Acompanhamos de perto os levantamentos feitos e publicados, como a quantidade locomotivas, vagões e máquinas de via em operação nas concessionárias e metrôs brasileiros.

Tivemos a oportunidade de contribuir um pouco nesses 80 anos com algumas matérias.

Desejamos muitos anos de sucesso para a Revista Ferroviária!!

Grato por falar da importância da Revista Ferroviária. São 80 anos promovendo o conhecimento sobre as ferrovias brasileiras com informações e matérias especializadas. A revista proporcionou memoráveis momentos pessoais, ao entrevistar o presidente Fernando de Sousa Ribeiro, com mais de 55 anos de carreira dedicados ao desenvolvimento ferroviário do país, liderando obras na EF Vitória a Minas, EF Carajás, Ferrovia do Aço e na construção de uma ferrovia no Iraque. Sem falar no reconhecimento da Pelicano Construções como “Melhor Construtora de Superestrutura de Via Permanente” de 2019. Enfim, a revista expressa e trilha as rampas da história Ferroviária do Brasil e consegue nos juntar no sonho de um país mais ferroviário!

Nossa relação pessoal com a RF completou 41 anos neste janeiro de 2021. Ao longo destes anos, a revista tem sido uma preciosa fonte de informações para todos os metroferroviários. Seus eventos nos levam a conhecer, ou a rever, os técnicos e executivos nacionais e internacionais do setor, fundamental para a divulgação da marca CONPREM e para o contato pessoal com os clientes e parceiros. Parabéns RF!

É uma grande satisfação e oportunidade para o Brasil ter um veículo de comunicação tão importante e respeitado nos apoiando no segmento ferroviário. São 80 anos compartilhando conhecimento, casos de sucesso, tecnologia e inovações da indústria ferroviária e operadoras de carga e passageiros. A SKF do Brasil parabeniza a todo o time da RF pelos 80 anos de profissionalismo, parceria e dedicação. Desejamos mais 80 anos de muito Sucesso. Obrigado e abraços.

A Locofer Comércio e Serviços de Equipamentos Ferroviários se orgulha da relação construída com a Revista Ferroviária, pela importância que o veículo nutre em todos esses anos no setor. Sabemos que a história ferroviária tende a crescer nos próximos anos, e precisamos que esta seja contada com responsabilidade e comprometimento, como vem ocorrendo há oito décadas. Agradecemos por essa atuação, parabenizamos e desejamos muitos anos de conquistas e realizações.

A história da Revista Ferroviária está intrinsicamente ligada à história da ferrovia brasileira. Ela esteve sempre presente, acompanhando passo a passo essa história que passou por bons e maus momentos, como toda atividade estratégica do nosso país.

Pessoalmente, eu só tenho elogios ao trabalho do Gerson, que foi incansável e com um otimismo e uma crença inabaláveis, mesmo quando os players, às vezes, mostravam desânimo, lá estava ele injetando ânimo e ajudando a buscar soluções junto às entidades governamentais.

Poucas publicações especializadas resistiram tantos anos e a tantas ‘intempéries’ quanto a revista, que era lida não só por executivos, mas também pelos ferroviários que estavam na via permanente e em outras atividades, ávidos pela leitura mensal dos artigos e entrevistas, brilhantemente conduzidas por Gerson.

Outra iniciativa ímpar foi a introdução do Ferroviário do Ano, que visa homenagear os participantes que, das mais diversas maneiras, se destacam nos setores tanto público quanto privado. Para aqueles que receberam o prêmio, quase sempre de maneira inesperada, foi, certamente, motivo de muito orgulho e reconhecimento por suas atividades.

Esperamos que a Revista, mesmo sem a presença saudosa do Gerson, continue a promover nosso setor que neste momento passa por dificuldades no lado industrial, mas com quantidade poucas vezes vista no cenário nacional de projetos sendo implementados

A Revista Ferroviária é o principal meio de comunicação do setor Ferroviário e vem, ao longo dos anos, nos munindo de excelentes dados estatísticos, o que a torna instrumento de leitura obrigatória para gestores e técnicos do segmento. Como leitor assíduo da revista, lembro que li um artigo muito interessante com o Presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva, no qual apresentava os planos das empresas do grupo e a entrada da Itapemirim no setor metroferroviário. Foram muitos acontecimentos que tivemos com a RF, difícil de enumerar. Por ora, deixo aqui os meus parabéns e desejo pelo menos mais 80 anos de sucesso!

A minha história com a Revista Ferroviária começa há alguns (na verdade, muitos) anos, quando deixei o mercado de mobilidade sobre pneus e entrei no maravilhoso mundo das ferrovias. Como bom aluno, meu primeiro objetivo foi conhecer todos os atores do mercado, números, projetos em andamento, ou seja, tudo o que estava acontecendo e por acontecer ao redor desse mundo novo que começava a desbravar. E foi através dela, a Revista Ferroviária, que pude encontrar todos esses dados organizados de forma clara e objetiva, compilados em anuários que refletem a realidade das ferrovias de carga e passageiros no país. Parabenizamos à Revista Ferroviária pelos seus 80 anos de trabalho incansável na defesa da ferrovia, e esperamos que este trabalho continue por muitos e muitos anos mais.

Mais do que parabenizar, gostaríamos de agradecer o empenho e dedicação com que a Revista Ferroviária trata o setor, expondo sempre com muita clareza e responsabilidade os principais acontecimentos do mundo dos trilhos. A relação da Urbaniza com a revista sempre foi muito próxima e de respeito mútuo. Relembramos a oportunidade de externarmos nossa visão no artigo “Os entraves do setor ferroviário brasileiro”, do Caderno Especial Innotrans 2014. Por fim, desejamos muito sucesso e prosperidade à Revista Ferroviária.

Em nossos 17 anos de existência, para nós, da Via Permanente, é uma satisfação sempre que temos a oportunidade de participar de alguma das edições da Revista Ferroviária. É de suma importância que possamos contar com essa publicação para valorizar e fomentar nosso setor, também através das premiações, que tanto nos inspiram a continuar realizando nosso trabalho com dedicação e compromisso. Parabéns, Revista Ferroviária, pelos seus 80 anos! Obrigado por escrever importantes capítulos da história do setor no qual amamos atuar e também de nossa própria história.

A Revista Ferroviária foi uma parceira fundamental no crescimento e consolidação da Empretec. A tradição da publicação, aliada à excelência dos artigos técnicos, é fundamental para o sucesso do setor e construção profissional de seus leitores. A Empretec saúda a Revista Ferroviária por seus 80 anos, uma das publicações técnicas mais importantes do Brasil!

A Revista Ferroviária não é somente uma fonte de informação para o setor metroferroviário, é uma instituição. Os seus 80 anos de atividade são a maior prova disso. A Revista conta a história do setor, sendo um canal de comunicação entre todos os atores; autoridades, operadores, fornecedores, estudiosos ou entusiastas dos trilhos. Procurou sempre refletir o espírito e o ambiente vividos no setor. Nós, da Thales, estamos honrados em contribuir para essa história. Vida longa à Revista.

Em um mundo cada vez mais complexo, o acesso a informações confiáveis é essencial. Por muitos anos, a Revista Ferroviária tem fornecido uma excelente plataforma para o setor metro ferroviário brasileiro. Nós, da Siemens Mobility, compartilhamos com a equipe da RF a grande paixão pela mobilidade. Nesse particular, agradecemos o trabalho comprometido e sério da RF ao longo de seus 80 e lhe desejamos o melhor no caminho para seu centenário.

É com grande satisfação que a Harsco Rail parabeniza à Revista Ferroviária pelo seu aniversário de 80 anos e agradece sua contribuição significativa para o setor ferroviário durante todo esse período. Apresentando sempre matérias de qualidade e seriedade, nota-se a preocupação da RF em buscar colocar em pauta assuntos do interesse de seus leitores, temas realmente relevantes sobre o setor e tendências de mercado. Seus mapas, anuários e dados obtidos através de constantes pesquisas de mercado contribuem tanto para os fornecedores e prestadores de serviços que fazem uso dessa informação como para as ferrovias de carga ou passageiro que as disponibilizam. É de conhecimento popular que o setor de transporte ferroviário é crucial para um crescimento sustentável da economia brasileira e ter um veículo de comunicação que entenda seu papel, responsabilidades e sua importância dentro desse processo só corrobora nossas intenções de investimento na região. Ficamos orgulhosos de poder fazer parte dessa história de sucesso.

Durante os quase 50 anos em que a Plasser & Theurer está presente no mercado brasileiro, a RF é uma instituição que representa o interesse da Ferrovia, mantendo os ferroviários no Brasil e da América do Sul informados sobre as novidades e desafios. A revista incentiva e reconhece a importância dos serviços prestados à ferrovia através de prêmios, com os quais já fomos contemplados. Torcemos por mais 80 anos de um projeto importante. A Plasser do Brasil, P&T e Robel agradece essa troca positiva de conhecimento.

Há 80 anos, a Revista Ferroviária (RF) acompanha os desafios do mercado ferroviário, contribuindo com os principais assuntos do setor. Ter um veículo idôneo, focado nos temas relevantes e formador de opinião é importante para que possamos tornar o transporte ferroviário uma realidade no país. A Voith agradece a parceria e o comprometimento da RF em todos esses anos, fomentando o mercado de forma isenta e profissional, por meio de suas publicações. Que venham mais 80 anos para a RF!

Uma trajetória de oito décadas se constrói com seriedade e credibilidade. A Revista Ferroviária acompanha as muitas fases e transformações do setor ao longo do tempo. Fazemos parte das páginas dessa história, por meio das informações apresentadas pela revista, desde a chegada da Randon Implementos ao segmento de vagões ferroviários, em 2004. Acreditamos muito nesse mercado, especialmente pelo novo ciclo de investimentos que se anuncia, e contamos com a Revista Ferroviária para levar as novidades do setor para os leitores. Parabéns pelos 80 anos de pioneirismo!

Parabéns pelos 80 anos de comprometimento, com informação relevante e de qualidade para o segmento ferroviário. Para a Fras-le, que participa desse mercado fornecendo linhas de sapatas ferroviárias e pastilhas metroviárias, que garantem a segurança na frenagem de trens e metrôs, é uma enorme alegria dividir a nossa história com a trajetória da publicação. Entendemos que o cenário promissor do segmento exige que toda a cadeia desse mercado esteja fortalecida, desde os fornecedores de componentes até os meios de comunicação. Sucesso e vida longa à Revista Ferroviária.

A Revista Ferroviária é o melhor veículo da imprensa ferroviária da América Latina. Nos sentimos orgulhosos de compartilhar um pouco da sua história e utilizar seu vasto acervo e material. Uma matéria marcante foi a “VLT – Mobilidade e renovação para as cidades”, pois é importante integrar as cidades médias e grandes com sistemas eficientes de VLT, aumentando a qualidade e disponibilidade do transporte público de passageiros.

Há 80 anos nos trilhos, a Revista Ferroviária traz contribuições relevantes para o setor metroferroviário, além das novidades do nosso mercado. E a Alstom se orgulha de fazer parte dessa história, pois recentemente também comemoramos uma data marcante: 65 anos de presença no Brasil. Nesse longo período, a Revista Ferroviária e Alstom participaram (e participam) ativamente de todas as grandes inovações em mobilidade urbana e infraestrutura de transporte no nosso país, questões tão importantes para a população.

A RF faz parte da minha carreira profissional. Vindo de outro mercado na década de 1990, suas edições me foram muito valiosas para conhecer o mundo dos trilhos no Brasil. Lembro-me de ter conseguido, na época, com o mestre Gerson Toller uns cinco anos de edições anteriores, que eram minha biblioteca. As edições especiais em inglês são objeto de disputa por nossos parceiros internacionais, e há excelentes pérolas nos artigos técnicos. A Brastan procura, sempre que possível, estar presente na RF.

Em nome da Loram do Brasil, gostaria de parabenizar toda a equipe da Revista Ferroviária por seus 80 anos de atuação como principal meio de comunicação do setor ferroviário brasileiro. Ao estabelecermos nosso novo plano estratégico para o Brasil, não tivemos dúvidas de que a Revista Ferroviaria seria o canal mais eficaz de comunicação com nosso mercado. Através do conteúdo de suas publicações, a Revista mantém o setor constantemente atualizado e entrega não apenas notícias, mas também notas técnicas de qualidade, dados de mercado, anuário, informações sobre a história da ferrovia brasileira, além da promoção de importantes eventos para o setor. Esse trabalho é de extrema relevância para o desenvolvimento ferroviário e merece todo o nosso respeito e reconhecimento.

“O modal ferroviário sempre teve importante papel no desenvolvimento da sociedade e da economia em todo o mundo, onde os mercados mais evoluídos possuem uma malha moderna e integrada aos diferentes meios de transporte para oferecer mobilidade e sustentabilidade.

Ao longo dos seus 80 anos, a Revista Ferroviária é um significativo exemplo da representatividade deste modal e de sua importância para o crescimento brasileiro. Agora, quando, o País precisa mais do que nunca da integração dos diferentes modais de transporte para ganhar mais eficiência e competitividade, a publicação, que sempre orientou e aculturou sobre o universo dos trilhos, continuará a contribuir nesse momento virtuoso do setor ferroviário brasileiro.”

“A Revista Ferroviária está completando 80 anos e nós da Hidremec temos orgulho de participar dos últimos anos desta história. A Hidremec prestigia as ações da RF há muitos anos e tivemos a satisfação de receber o Prêmio Revista Ferroviária como Melhor Fabricante de Dormentes. Desejamos vida longa e de boas notícias para a RF, esse importante meio de divulgação do setor ferroviário brasileiro.”