Siderugia comemora um ano de recordes

O setor siderúrgico comemora um ano de recordes neste fim de 2007. De acordo com os dados apresentados nesta terça-feira (04/12), num hotel na Zona Sul do Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS), tanto a produção, como as vendas internas e o consumo aparente de aço no Brasil alcançaram marcas inéditas entre janeiro e dezembro. E o melhor: a previsão para 2008 é de que novos recordes sejam alcançados.


Com uma previsão realista para dezembro, seguindo a média dos outros 11 meses, a produção nacional chegará a 34 milhões de toneladas, 9,9% a mais que em 2006. As vendas cresceram 18%, atingindo 20,6 milhões de toneladas. O consumo aparente do mercado brasileiro foi ainda mais alavancado: subiu 19,7%, totalizando 22,1 milhões de toneladas.


“Esses números comprovam que temos plenas condições de abastecer o mercado interno. Importação sempre vai existir, mas a Usiminas, por exemplo, vai fechar este ano com cerca de 80% das vendas para o mercado brasileiro e 20% de exportações”, explica Rinaldo Campos Soares, presidente do IBS e do Sistema Usiminas, citando a boa fase da indústria automotiva como um dos principais motivos dos bons resultados siderúrgicos.


Rinaldo apresentou dados da siderurgia no mundo, ilustrando a grande diferença de crescimento da China comparado ao resto do mundo a partir da virada do milênio. O consumo aparente de aço bruto no país mais populoso do planeta já está próximo dos 400 milhões de toneladas anuais. Em seguida, vêm os Estados Unidos, com cerca de 140 milhões de toneladas.


De acordo com os dados do IBS, 2008 será mais um ano de bons resultados para o setor. A expectativa é a de que a produção de aço bruto suba 10,8%, as vendas 10% e o consumo 9,3%.


Clique e confira um panorama dos projetos siderúrgicos no Brasil

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Folha de São Paulo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*