Licitação do metrô de Curitiba é suspensa

A Justiça negou o recurso interposto pela Procuradoria da Prefeitura de Curitiba para tentar reverter os efeitos da liminar que suspendeu a abertura de preços da licitação do projeto do metrô. Com isso, não há previsão de quando a concorrência pública terá continuidade.


A licitação foi suspensa depois que um dos consórcios concorrentes ao lote 1, desclassificado na primeira etapa do processo, obteve decisão favorável da Justiça à suspensão do processo.


A Procuradoria ainda tinha expectativas de realizar nesta quinta-feira a abertura dos envelopes, no caso de uma possível resposta positiva da Justiça. No entanto, como o agravo de instrumento que havia sido colocado pelos advogados da Prefeitura foi negado, a liminar obtida pelo consórcio SEP continua valendo.


De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a Procuradoria deve aguardar o julgamento do mérito da ação – uma vez que até o momento somente a liminar foi julgada – e, enquanto isso, estudar uma nova alternativa de recurso que tente viabilizar o andamento da licitação.


O consórcio SEP entrou na Justiça porque acredita ter sido lesado ao ser desclassificado do processo de licitação. De acordo com o representante da empresa Jaime Waisman, o Instituto de Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) teria prejudicado o consórcio ao considerá-lo inapto na qualificação técnica antes da etapa que analisaria este tópico.


Já o Ippuc afirma que a desclassificação aconteceu por falta de entrega de documentos. O juiz entendeu que seria válido suspender a licitação porque a desclassificação não teria observado o principio da isonomia entre os candidatos, no caso o SEP e o consórcio Novo Modal.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Jornale Curitiba

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*