ALL é multada após acidente com vagão de combustível

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) multou a América Latina Logística (ALL) em 7,5 mil Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesp), o que equivale a cerca de R$ 130 mil, pelo acidente de trem carregado com combustível ocorrido em Bauru, dentro do Horto Aimorés, no dia 8 do mês passado. Na ocasião, cerca de 100 mil litros de combustível vazaram da composição e escorreram sobre a vegetação por cerca de um quilômetro, até ocorrer a explosão que consumiu praticamente todo o material.


O incêndio deixou quatro pessoas feridas, das quais duas, Claudio de Souza Mello e Ana Roberta Venâncio, ainda estão internadas na enfermaria do Hospital Estadual se recuperando das queimaduras sofridas em seus corpos. Elas seguiam pela estrada e pararam para ver o combustível que escorria. Quando um dos carros ia sair do local, ocorreu a explosão. A suspeita é que uma faísca da ignição do carro tenha provocado as chamas.


A ALL, através de sua assessoria, informa que irá recorrer da multa e que está executando todas as recomendações feitas pelo órgão ambiental. O acidente ocorreu após duas locomotivas e um vagão descarrilarem num trecho da ferrovia que a terra sob os trilhos cedeu, supostamente por causa da chuva forte.


A Cetesb, através da assessoria de imprensa, informa que a multa foi aplicada por três motivos: derramamento de cerca de 100 litros de combustível no solo, explosão e incêndio que deixaram feridos e queimaram vegetação e contaminação do solo, da vegetação e das águas do afluente do rio Bauru.


Além da multa, a Cetesb determinou que a ALL mantenha o monitoramento das áreas atingidas por, no mínimo, mais dois meses. E, caso seja detectada a presença de combustível além do já encontrado, que a Cetesb seja informada imediatamente.


Também determinou à empresa que remova o solo contaminado no local do acidente para posterior tratamento adequado e que execute a investigação confirmatória em toda a área afetada pelo acidente, de acordo com as normas da Cetesb.


A ALL terá, ainda, de apresentar levantamento planialtimétrico da área degradada com delimitação, identificação e quantificação de todas as áreas poluídas, o que inclui vegetação e corpos d’água.


Inquérito em andamento


O derramamento de combustível seguido de explosão e incêndio, que feriu quatro pessoas, danificou cinco veículos e queimou vegetação, está sendo investigado pela Polícia Civil através da Delegacia de Crimes Ambientais. O delegado Dinair José da Silva, que conduz o caso, informa que prorrogou o prazo de conclusão dos trabalhos uma vez que a Cetesb, o Ibama e o Instituto de Criminalística pediram mais tempo para fornecer laudos sobre o acidente.


“O objetivo é apurar a causa do acidente, os danos causados e a extensão da contaminação do solo”, frisa. Ele aguarda a liberação das vítimas internadas para tomar depoimento delas. E também solicitou à Justiça Federal informações sobre a liminar que determina que a ALL recupere a malha ferroviária.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: JCNET – Bauru

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*