Atlas Iron e QR National planejam ferrovia na Austrália

A Atlas Iron assinou um memorando de entendimento com a operadora de cargas ferroviárias QR National para explorar a viabilidade de uma ferrovia independente na região da Pilbara na Austrália Ocidental, custando em torno de A$ 3,5 bilhões (US$ 3,6 bilhões).


A ferrovia de bitola padrão ligaria as minas de minério de ferro do leste e do sudeste à Port Hedland.


A linha proposta permitiria que a Atlas Iron e outras empresas de mineração não precisassem lidar com os principais mineiros que operam na região, que são os proprietários da infraestrutura ferroviária existente.


A operação da fase inicial da linha ferroviária proposta poderia ser iniciada já em 2015.


De acordo com Ken Lewsey, vice-presidente de desenvolvimento de negócios e estratégia da QR National, a empresa acredita que a Pilbara oferece oportunidades de crescimento excepcionais nas quais ela pode aproveitar os recursos existentes de transporte ferroviário pesado.


“Construímos e operamos ferrovias de transporte pesado para vários usuários nas regiões carboníferas de Queensland há décadas. Esta rede de carvão tem uma capacidade atual de 250 milhões de toneladas por ano, com potencial de crescimento para 300 milhões de toneladas por ano até 2015”, afirmou Lewsey.


“Esses recursos são prontamente transferíveis para a Pilbara, onde inúmeros mineiros independentes estão buscando soluções de transporte ferroviário”.


“A vantagem de uma ferrovia independente é que podemos alcançar as economias de escala ao agregar as tonelagens de várias partes e oferecer ganhos de eficiência por meio de uma cadeia coordenada de fornecimento”.


A Atlas e a QR National dividirão os custos e os recursos necessários para o Projeto Ferroviário Independente da Pilbara, que está previsto para ser concluído até o fim deste ano.


A Atlas Iron prevê que a nova linha ferroviária vai ajudar a empresa a aumentar o seu transporte ferroviário para cerca de 46 milhões de toneladas por ano, a partir de um índice atual de 15 milhões de toneladas por ano, para tirar proveito da capacidade de Port Hedland.


A nova ferrovia terá capacidade de transportar 75 milhões de toneladas por ano do minério de ferro a ser produzido pelos grupos de mineração de pequeno e médio porte das regiões central e leste da Pilbara.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Railway Technology

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*