Califórnia corta custos do TAV para US$ 68,4 bilhões

A Autoridade Ferroviária do Trem de Alta Velocidade da Califórnia (CHSRA – California’s High-Speed Rail Authority) nos EUA revelou um plano revisado para o trem de alta velocidade no estado, que reduzirá os custos em US$30 bilhões.


Conforme a nova proposta de negócios, a CHSRA planeja, em vez de construir novas linhas, cortar os custos por meio da melhoria das linhas existentes de passageiros e de transporte de carga em algumas áreas.


O plano combina as instalações do trem de alta velocidade com os sistemas existentes em Los Angeles e Bay Area, como o Caltrain – entre San José e San Francisco –, cortando o custo do projeto de 917 km para US$ 68,4 bilhões.


O presidente da CHSRA, Dan Richard, disse: Nosso plano revisado faz com que o trem de alta velocidade seja melhor, mais rápido e mais barato.


Conforme o plano atualizado, as linhas dos 209 km  iniciais no Central Valley serão expandidas no lado norte, entre Fresno e Merced, e também no sul, de Bakersfield, passando por Palmdale e San Fernando Valley.


A construção deve começar esse ano nos 483 km  do trecho de operação inicial, que levará o trilho elétrico de Merced a San Fernando Valley. O novo plano também ajudará a melhorar a segurança e a eficiência dos serviços ferroviários existentes nas regiões de Bay Area e Los Angeles, preparando os sistemas para o serviço do trem de alta velocidade.


O governador da Califórnia, Edmund Brown Jr., disse: Em dez anos, os californianos poderão viajar pelo Central Valley e para a bacia de Los Angeles na metade do tempo que levariam se fossem dirigindo.


As melhorias relativas ao novo plano incorporam a conversão dos sistemas ferroviários locais movidos a diesel para energia elétrica, assim como o aumento da segurança por meio do controle positivo do trem. Também incluem a atualização da segurança e a confiabilidade dos corredores ferroviários existentes da Amtrak/Metrolink, entre a estação Los Angeles’ Union e Anaheim.


De acordo com a CHSRA, a construção do sistema inteiro de 837 km  está marcada para ser concluída em 2028, e espera-se que o início do funcionamento seja em 2029.


Identificou-se cerca de US$ 6 bilhões em financiamentos para o primeiro segmento do trecho de operação inicial, incluindo US$ 3,3 bilhões em financiamentos federais e US$ 2,7 bilhões em rendimentos de títulos da Proposição 1A aprovados por votação.


Espera-se que o novo serviço diminua a poluição e aumente a qualidade de vida por meio da economia de 146 milhões de horas gastas em engarrafamentos por ano, reduzindo anualmente as emissões de carbono em 3 milhões de toneladas, e eliminando 515 km (320 milhas) que seriam percorridos por veículos nos próximos 40 anos.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Railway Technology

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*