Edital do TAV permitirá operador menos experiente

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vai mexer em algumas regras do edital do trem de alta velocidade, que pretende ligar Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. Uma das principais alterações diz respeito ao tempo mínimo de experiência que o edital exige de empresas interessadas operar a linha.


Pela regra atual, exige-se comprovação de no mínimo dez anos de operação por parte do empreendedor. Segundo o presidente da Empresa de Planejamento e Pesquisa (EPL), Bernardo Figueiredo, o grupo coreano liderado pela empresa Hyundai pediu que esse prazo seja reduzido. O grupo acumula cerca de oito anos e meio de experiência, disse Figueiredo, após participação em uma audiência pública realizada ontem, no Senado.


A alteração, disse ele, será acatada. “Não é por causa de uma diferença tão pequena que eles devem ficar de fora. Os coreanos foram um dos principais interessados no projeto desde o início”, disse Figueiredo.


Especialistas que acompanham o projeto veem a mudança com preocupação. A minuta do edital do trem-bala recebeu cerca de 150 colaborações durante a etapa de audiência pública. O presidente da EPL não disse em quanto tempo será reduzido o prazo de experiência, ou se a contagem de experiência poderá levar em conta outro critério, como, por exemplo, a data de início das operações do trem.


A previsão inicial era que o edital definitivo do projeto fosse conhecido hoje. A divulgação, no entanto, só deverá ocorrer daqui a aproximadamente duas semanas, por conta do grande número de sugestões coletadas pela ANTT.


Segundo Figueiredo, os próximos dias serão usados para incluir parte das sugestões no edital. Questionado sobre a previsão de licitar o trem-bala em 2013, disse que a concorrência pública deverá ocorrer em julho, dois meses após o prazo previsto.


Durante sabatina no Senado, Figueiredo afirmou que o cronograma da concessão de rodovias e ferrovias, anunciado em agosto, não sofrerá alterações. Serão aplicados R$ 42,5 bilhões na duplicação de 5,7 mil quilômetros em sete trechos rodoviários e R$ 91 bilhões em 10 mil quilômetros em 12 trechos ferroviários.


Os editais dos lotes da BR-116 (em Minas Gerais) e da BR-040 (Brasília-Juiz de Fora) serão lançados em novembro, os leilões serão em dezembro e a assinatura do contrato será feita em janeiro. Já os editais dos outros sete lotes devem ser lançados somente em março e o leilão deve ocorrer em abril.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*