Primeiro monotrilho robótico entra em funcionamento na China

O primeiro veículo monotrilho sem condutor,
o Skyrail, trafegou nesta quarta-feira (10) sobre a cidade de Yinchuan, na
China. O feito marca a entrada em funcionamento do primeiro trem monotrilho
robótico no país. O Skyrail de Yinchuan, capital da Região Autônoma de Ningxia,
noroeste da China, foi fabricado pela montadora chinesa BYD. É também o
primeiro monotrilho com um sistema autônomo composto totalmente por
propriedades intelectuais chinesas.

Tudo parece um cenário de ficção
científica: operação totalmente automática, reconhecimento facial dos
passageiros, navegação pela internet a alta velocidade. Porém, isso tudo é
bastante real e se passou ao pé da montanha Helan, em Ningxia. Segundo o
engenheiro-chefe do sistema robótico do Skyrail, Wang Faping, o veículo pode
operar automaticamente e é caracterizado pela condução sem motorista, pelo modo
de hibernação automático, pelo monitoramento dos fluxos de passageiros em tempo
real e pelo reconhecimento facial.

“O Skyrail possui as funções mais
avançadas da condução sem motorista. Ele consegue despertar do modo de
hibernação, fazer um auto teste na ignição e sair da garagem automaticamente.
Além disso, ele pode estacionar de forma precisa e alterar de maneira flexível
as estações onde irá parar, além de abrir e fechar as portas sozinho. O
monotrilho é equipado com um sistema de controle de cruzeiro que detecta
automaticamente a mínima distância segura entre os veículos. No modo desligado,
ele consegue se mover autonomamente até um local seguro. Por fim, ele volta
automaticamente à garagem e entra no modo de hibernação.”

O Skyrail consegue realizar auto
testes em seu sistema antes e durante a condução, verificando aproximadamente
300 itens. O sistema funciona normalmente no caso de temperatura extrema, seja
o frio de 40 graus Celsius abaixo do zero, seja calor de 80 graus.

Além das tecnologias de controle e de
posicionamento da BYD, o sucesso do Skyrail decorre do apoio tecnológico da
Huawei. Segundo o diretor do Departamento de Marketing sem Fio da Huawei, Xu
Yan, a tecnologia eLTE da empresa oferece um canal de transmissão informática
rápido e eficiente, que possibilita o controle e a segurança da condução
robótica.

“Para o Skyrail, oferecemos uma
solução com base na tecnologia de comunicação da geração 4,5. Isso inclui a
estação-base eLTE, a rede portadora de IP e a rede central. A rede que
fornecemos conta com inovações na tecnologia sem fio, entre eles o delay mínimo
e uma largura de banda de 1Gps. Além disso, a Internet das Coisas de banda
larga das câmaras pode funcionar simultaneamente com a de banda estreita dos
sensores próximos ao trilho. Ao mesmo tempo, oferecemos serviços como
transmissão de vídeo de alta definição, transmissão de volta de vídeos e
navegação pela internet.”

O plano de Skyrail da BYD em Yinchuan
entrará em fase de testes a partir do segundo trimestre de 2018. O presidente
do Conselho de Administração da BYD, Wang Chuanfu, afirmou que, além das
vantagens tecnológicas, o Skyrail é caracterizado pelo baixo custo de
fabricação, de operação e de manutenção. O monotrilho pode complementar o setor
de pequeno volume no trânsito urbano de trilho e possui uma perspectiva de
mercado promissora.

Fonte: China Rádio Internacional

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*