Complexidade em Santos

Há um caminho complexo para os pedidos de autorização que envolvem a construção de linhas de acesso ao Porto de Santos. São três até o momento: Cubatão-Santos, 8 km (VLI), já autorizado pelo governo; Santos-Cubatão-Guarujá, 37 km (Rumo), ainda em análise; e 2 km de linhas dentro do porto (Ultracargo Logística), também em análise.

A questão é a falta de espaço físico numa área já tão adensada em torno do complexo portuário. E também o custo de se construir num lugar em que será necessária uma série de desapropriações e desalojamentos.

Você precisa ser assinante da Revista Ferroviária para ler este conteúdo. Por favor, faça o seu . Não é assinante? Assine aqui

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*