Alta em passageiros

Movimentação cresce, mas ainda está aquém da quantidade transportada antes da pandemia

Os dois primeiros meses do ano foram de aumento no número de passageiros sobre trilhos em todo o país. No acumulado de janeiro a fevereiro, a alta foi de 7,9% na comparação com os mesmos meses de 2021. Todos os sistemas apresentaram crescimento na movimentação, com exceção da CBTU Maceió, cujo decréscimo no período foi de 19,8%, CBTU Natal (- 1,6%) e CPTM (18,8%). A redução no número de passageiros transportados pela companhia paulista tem um motivo: a transferência da operação das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda para a Via- Mobilidade no final de janeiro deste ano. A partir de então, a contabilização de usuários nesses duas linhas passou a ser feita pela empresa do grupo CCR, que opera também a Linha 5-Lilás do metrô de São Paulo.

Embora tenha havido crescimento da quantidade de passageiros movimentados este ano, a média nem de longe se aproxima dos números pré-pandemia. O Metrô de São Paulo, que hoje transporta 2,3 milhões de passageiros por dia, antes da crise sanitária movimentava 3,7 milhões/ dia. Atualmente, o VLT Carioca contabiliza 59 mil usuários/ dia, bem aquém dos 109 mil diários até fevereiro de 2020. O número beirava 490 milhões de passageiros transportados em todos os sistemas sobre trilhos entre janeiro e fevereiro de 2020. No acumulado deste ano, foram 272 milhões de usuários.

Você precisa ser assinante da Revista Ferroviária para ler este conteúdo. Por favor, faça o seu . Não é assinante? Assine aqui

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*