Agência autoriza reajuste para o bilhete do metrô

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio (Agetransp) aprovou ontem um reajuste de 1,74% na tarifa padrão do metrô. A passagem máxima a ser cobrada passa de R$ 2,25 a R$ 2,29 e a concessionária não poderá arredondar para cima este valor. O índice do reajuste foi fixado com base no IGP-M acumulado no ano. Depois da publicação do aumento no Diário Oficial, a Opportrans tem 30 dias para avisar aos usuários e só então a nova tarifa poderá entrar em vigor.
O reajuste aprovado ontem faz parte da revisão anual da tarifa, prevista no contrato de concessão. A data-base do reajuste da Opportrans é 10 de fevereiro. O último reajuste do metrô, aprovado pela extinta Asep-RJ em 2005, foi de 11,94%: a tarifa máxima passou de R$ 2,01 para R$ 2,25. Atualmente, no entanto, o metrô está cobrando o valor promocional de R$ 2,20 pelo bilhete unitário. A concessionária não se manifestou ontem a respeito do aumento da tarifa.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: O Globo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*