BID define consórcio para estudo do TAV

O consórcio formado pela inglesa Halcrow Group em parceria com as brasileiras Sinergia Estudos e Projetos e Balman Consultores Associados ganhou a licitação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para executar os estudos de viabilidade técnica e de demanda de passageiros do trem de alta velocidade (TAV) entre o Rio de Janeiro e São Paulo. O ganhador foi selecionado entre os cinco consórcios que apresentaram propostas na concorrência.


O Valor procurou os ganhadores da licitação, mas as empresas não quiseram se manifestar por ainda não terem assinado os contratos. O BID também foi procurado, mas não se posicionou. Os estudos, de acordo com informações disponíveis na própria página do banco na internet, devem levar dez meses para serem realizados. Só depois de concluídos, seria lançada a licitação para a construção da ferrovia, cujo custo estimado é de US$ 9 bilhões.


Os serviços de consultoria sobre o trem-bala a serem feitos pelo consórcio liderado pela Halcrow Group fazem parte de um acordo de cooperação técnica entre o BID e o BNDES. A contratação de um estudo independente sobre o TAV foi solicitado ao BNDES pelo Tribunal de Contas da União (TCU).


O trabalho conta com financiamento dos fundos de infra-estrutura do BID no montante de US$ 1,5 milhão e também do BNDES, com contrapartida de US$ 375 mil. O objetivo da cooperação passa por avaliar a viabilidade técnica, econômica e financeira do projeto, além de estimar a demanda de passageiros.


O trabalho deve incluir a revisão dos estudos e informações disponíveis e a análise de alternativas tecnológicas e do traçado do projeto, que consiste na construção de uma via férrea em bitola larga, estações de embarque e desembarque, material rodante e equipamentos.


A ferrovia se estenderia por mais de 400 quilômetros desde a Central do Brasil, no Rio, até a Estação da Luz, em São Paulo, com possíveis paradas em São José dos Campos, Taubaté, Resende, Volta Redonda e Jundiaí, com extensão até Campinas. Também estão previstos serviços expressos de conexão aos aeroportos de Guarulhos e Galeão.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Valor Econômico

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*