MS, PR e SC empenham-se na Ferroeste

Os estados Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina estão empenhados na elaboração do projeto executivo que levantará o custo-benefício da Ferroeste (ferrovia que passará pelos três estados). A informação é do governador André Puccinelli (PMDB) que, nesta manhã, participa da inauguração do monumento ´Ninhal´, uma homenagem ao poeta Manoel de Barros, na entrada do Parque dos Poderes.


O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) poderá conceder aporte financeiro de até R$ 1,5 bilhão para a construção da obra. Os estados ainda não sabem qual será a contrapartida de cada um para a edificação da ferrovia.


Em janeiro, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, convocou os respectivos governadores para tratar do assunto. A ministra explicou que havia determinado estudos técnicos sobre a construção da ferrovia. O levantamento vai demorar entre 6 e 9 meses para ser concluído.


A Ferroeste, atualmente, liga Cascavel a Guarapuava. O aporte de R$ 1,5 bilhão do BNDES ajudaria a garantir a ligação de Maracaju e Dourados ao porto de Paranaguá, no Paraná (passando por cidades do cone sul e Guaíra [PR]).


Com a nova ferrovia, o transporte de cargas por Mato Grosso do Sul deverá ser redimensionado, com a redução do sistema modal rodoviário – desafogando assim a BR-163. O impacto direto para o setor produtivo está na redução do custo do frete. Porém, para ser efetivada, a obra ainda precisa de estudos técnicos que comprovem sua viabilidade.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: MS News

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*