BNDES libera R$ 176 milhões para metrôs

A diretoria do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou dois financiamentos, no valor total de R$ 176,6 milhões, para obras de construção e modernização dos metrôs do Rio e de Fortaleza. Um deles, de R$ 34,3 milhões, para o Rio e outro, de R$ 142,3 milhões, para o Ceará.


O apoio para o metrô de Fortaleza será destinado à construção do primeiro estágio do Metrofor, o da linha Sul, trecho entre as estações de Vila das Flores e João Felipe. O projeto faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento e está orçado em R$ 804,3 milhões, dos quais o BNDES participará com 17,7%.


O financiamento para o metrô carioca será para adequação da estrutura operacional a novas tecnologias de tráfego e bilhetagem. A participação do banco é de R$ 34,3 milhões, que equivalem a 62% dos R$ 55,6 milhões orçados para o projeto. Os recursos serão destinados a investimentos na remodelação dos carros de passageiros, em Tecnologia de Informação, em engenharia de tráfego e em manutenção. Os carros passarão por reformas para comportar maior número de passageiros.


Apoio ao Metrô RJ e SP – O BNDES financia o metrô de São Paulo desde a década de 80, tanto na aquisição de grande parte da frota de trens quanto na realização de diversos investimentos, especialmente na linha 3. Entre eles, a implantação do sistema de sinalização, da subestação Barra Funda e do Pátio do Itaquera.


O Banco aprovou financiamento de expansão da linha 2 – Verde, entre Alto Ipiranga e Vila Prudente e três estações (Sacomã, Tamanduateí e Vila Prudente), além de um pátio para estacionamento e manutenção e aquisição de 16 trens e seis carros. O crédito foi de R$ 1,6 bilhão e o investimento total de R$ 2,1 bilhões.


As expansões do Metrô de São Paulo permitiram que a rede atual, com 4 linhas em funcionamento e 61,3 quilômetros de expansão, transporte 3 milhões de passageiros por dia.


O BNDES também financiou a estruturação do sistema metroviário do Rio de Janeiro, desde 1982. O apoio representou o equivalente a cerca de R$ 1,7 bilhão, 61% dos investimentos totais.


Os principais itens implantados com financiamento do BNDES foram a expansão da linha 1 , a aquisição de trens e a expansão da linha 2 até Pavuna. Atualmente, estão em implantação com financiamento do banco a conclusão do Programa de Recuperação Operacional das linhas 1 e 2 e a expansão da linha 1 entre Cantagalo e General Osório.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Cidade Biz

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*