Canadenses vão operar trem britânico

Um consórcio formado por dois fundos de pensão do Canadá ganhou a licitação na Inglaterra para operar por 30 anos a linha de alta velocidade High Speed One, que liga a estação londrina de Saint-Pancras ao Túnel sob o Canal da Mancha, com 109 quilômetros, por 2,4 bilhões de Euros. Os fundos canadenses são o Omers (Sistema de Previdência dos Funcionários Municipais de Ontario) – com patrimônio de 36 Bilhões de Euros – e o OTPP (Fundo de Pensão dos Professores de Ontario) – com patrimônio de 72 Bilhões de Euros.


A empresa Eurotunnel (que tem a concessão do túnel sobre o Canal da Mancha), também se candidatou, formando um grupo com o Banco Goldman Sachs e CDC Infrastructure (Fundo de Investimento de Infraestrutura da Caixa de Depósitos e Consignações francesa). “Mesmo a Eurotunnel não sendo sido escolhida, o gestor da High Speed One terá interesse em atrair o maior tráfego possível. Como esse tráfego passará pelo Túnel sob o Canal da Mancha, a boa notícia é que isso é igualmente benéfico para a Eurotunnel”, disse um porta-voz do grupo.


Atualmente, circulam pela linha os trens Eurostar, e desde 2009, os trens regionais operados pela Southeastern, operador ferroviário do sudeste de Londres (do qual o grupo francês Keolis, filial da SNCF, possui 35%). Mas a alemã Deutsche Bahn já anunciou que pretende chegar com seus trens a Londres. Outro motivo de satisfação para a Eurotunnel é o preço da concessão, que acaba por valorizar consideravelmente, segundo o grupo, a própria concessão do Túnel sob o Canal da Mancha. “Se esse trecho de 100 km é avaliado em 2,1 bilhões de libras, isso permite dar uma idéia do valor da Eurotunnel, já que as duas são contíguas.”, enfatizou a porta-voz.


A licitação mostrou o interesse crescente dos fundos de pensão pela infraestrutura ferroviária. Segundo Alain Bonnafous, professor emérito da Universidade Lumière – Lyon 2, essas estruturas financeiras buscam alocar recursos em investimentos de longa maturidade. No longo prazo, as infraestruturas ferroviárias são investimentos que, mesmo apresentando rentabilidade modesta, permitem a alocação do dinheiro sem riscos excessivos, com perspectivas apropriadas de cobertura do risco inflação. “Os fundos de pensão se interessam pelos rendimentos lentos, mas longos. Uma infraestrutura ferroviária apresenta a característica de estar suscetível a capturar dinheiro no longo prazo e de possuir mecanismos de alta de tarifas que seguem a
inflação”, argumentou Allain Bonnafous. Levando em conta essas operações financeiras, as concessões são cada vez mais longas.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: La Vie Du Rail

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*