Unica está otimista com novo terminal da Copersucar

O novo Terminal Multimodal de Ribeirão Preto (SP), inaugurado pela Copersucar na segunda-feira (12), reduz custos para o setor sucroenergético ao aumentar a eficiência no transporte de açúcar por via ferroviária, e traz benefícios para o meio ambiente ao eliminar 42 mil viagens de caminhões por ano no trecho Ribeirão Preto-Santos. A avaliação sobre o novo terminal é da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).


“O terminal aumenta sensivelmente a capacidade de escoamento da produção no maior pólo açucareiro do País, o Estado de São Paulo (SP). Intensificar o uso de ferrovias reduz custos com o transporte rodoviário do produto, o que resulta em menos emissões de dióxido de carbono (CO2) e mais mobilidade,” afirma o presidente da UNICA, Marcos Jank. Segundo o presidente da Copersucar, Paulo Roberto de Souza, o modal ferroviário responde atualmente por 50% do transporte de açúcar a granel, e a meta da companhia “é fazê-lo chegar a 70% dentro do atual plano de investimentos até 2015,” afirma.


A operação ferroviária é uma parceria entre a Copersucar e a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que permitiu a reforma de 500 vagões dedicados exclusivamente à Copersucar. O novo terminal absorveu parte dos R$ 2 bilhões que serão aplicados pela Copersucar nos próximos três anos para aperfeiçoar a distribuição do açúcar para os mercados doméstico e internacional.


Luís Roberto Pogetti, presidente do Conselho da Copersucar, a maior comercializadora de açúcar e etanol do Brasil, a implantação de projetos de infraestrutura e logística é mais um passo para o fortalecimento da liderança da empresa no setor sucroenergético. “Essa operação vem aumentar nossa competitividade e agregar valor aos resultados,” ressalta. A obra, que está preparada para operar 24 horas por dia, ampliará a capacidade de movimentação de 150 mil toneladas para 1,5 milhão de toneladas de açúcar por ano até o Porto de Santos.


Por dia, serão dez mil toneladas adicionais embarcadas com destino ao litoral paulista. O terminal também ganhou um novo armazém para a estocagem de 70 mil toneladas de açúcar. A estrutura do complexo é composta ainda por um sistema de recepção rodoviária (moega), esteiras transportadoras e o sistema de carregamento de vagões (tulha) de trem.


A cerimônia de inauguração realizada no interior de SP teve a presença da prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, da secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, de empresários do setor sucroenergético e acionistas da Copersucar.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Página Rural

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*