BTG Pactual e EDLP apresentam o Trem Intercidades

O Conselho Gestor de PPPs do Estado de São Paulo aprovou nesta terça-feira (27/11) a MIP – Manifestação de Interesse Privado – apresentada pelo consórcio BTG-Pactual/EDLP – Estação da Luz Participações, para a realização do estudo de viabilidade de um Sistema de Trens Intercidades, compostos por dois corredores ferroviários de passageiros: um Norte – Sul, entre as cidades de Americana e Santos, e outro Leste-Oeste, entre Sorocaba e Pindamonhangaba, além da construção de uma Estação Central na Cidade de São Paulo, onde os dois corredores se conectarão.


O BTG-Pactual e a EDLP – que já são sócios na Contrail – realizarão o estudo com recursos próprios, o que deverá abreviar o tempo até o edital de licitação da obra.


O corredor Norte-Sul começa em Americana, passando por Campinas, Jundiaí, São Paulo, São Caetano do Sul, Santo André, Mauá, Cubatão e chegando a Santos. O Leste-Oeste, começando em Sorocaba e passando por São Roque, São Paulo, Jacareí, São José dos Campos, Taubaté e chegando a Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba.  Além destas cidades, o sistema se conectará aos Aeroportos Internacionais de Viracopos e Cumbica.


O investimento está estimado em R$ 20 bilhões, o que torna o projeto Trens Intercidades o maior empreendimento privado em estudo no Brasil. De acordo com a MIP, 30 a 35 % deste valor será aportado pelo governo do Estado e o restante aportado pela iniciativa privada.


O prazo previsto para o término das obras é de seis anos, e a concessão será de 35 anos para explorar o sistema e se remunerar do investimento. O projeto prevê, quando concluído, um volume de 250 mil passageiros/dia.


O controlador e presidente da EDLP, Guilherme Quintella, esclareceu que Sergio Avelleda, ex-presidente do Metrô de São Paulo foi por ele convidado para participar da direção da EDLP, mas que por questões de fórum íntimo, Sergio declinou do convite e deixou o setor: “infelizmente, para a EDLP e para o setor ferroviário, o Sergio entendeu por bem deixar o setor e hoje dirige uma das maiores empresa de turismo Brasil”.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*