Desembolsos do BNDES crescem 50%

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) cresceram 50% no acumulado de janeiro a julho, totalizando R$ 102 bilhões, recorde para o período. Esse ritmo deve ser mantido nos meses subsequentes até o fim de 2013, segundo projeção do superintendente da área de planejamento do banco, Cláudio Leal. De acordo com ele, a meta de liberação deste ano, de R$ 190 bilhões, será alcançada em dezembro.


“Diferentemente de outros anos, o que observamos em 2013 é que o ritmo de desembolsos do BNDES ocorre de maneira uniforme, sem solavancos entre um mês e outro. O movimento é muito regular e isso nos dá a segurança de que vamos alcançar a meta anual do banco”, afirmou o superintendente do BNDES.


Dados das operações do banco mostram que, nos sete primeiros meses do ano, houve descasamento entre o ritmo de crescimento dos desembolsos e das consultas. Enquanto o volume liberado pelo banco cresceu 50%, as consultas avançaram 4% no mesmo período, totalizando R$ 145,1 bilhões.


“É um dado interessante porque estamos pagando pelo bom período do ano passado, quando as consultas subiram fortemente. Com isso, houve elevação da base de comparação. Nos primeiros seis meses do ano passado, enquanto as consultas cresciam muito, os desembolsos subiam, mas sem o mesmo ritmo”, argumentou o superintendente.


Nos sete primeiros meses do ano, a indústria teve desembolsos de R$ 33,6 bilhões, 47% a mais que em igual período do ano passado, e teve expansão em todos os segmentos, com destaque para mecânica, material de transportes e alimentos e bebidas.


Os desembolsos às micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 37,8 bilhões, 52% a mais que entre janeiro e julho do ano passado. As liberações para esse segmento responderam por 37% dos desembolsos totais da instituição. “Será desafiador manter esses números no restante do ano. Nosso sistema de orçamento aponta para manutenção no espalhamento, entre os diversos setores, dos desembolsos do banco”, afirmou ele. Com as empresas de menor porte, o BNDES realizou 615,8 mil operações de financiamento neste ano, o que representou 96% do total geral de operações efetuadas pelo banco.


As aprovações totalizaram R$ 114 bilhões, alta de 24% na comparação com os sete primeiros meses de 2012. A maior alta em termos relativos foi observada na infraestrutura, com aprovações de R$ 33,4 bilhões, 45% maiores que as registradas nos mesmos meses do ano anterior. Já os enquadramentos do BNDES caíram 4% de janeiro a julho na comparação com igual período de 2012, para R$ 126,7 bilhões, outro sinal de que o ritmo de desembolsos deve arrefecer.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*