Bonde Café ultrapassa marca de mil passageiros em duas semanas

Pouco mais de duas semanas de ser inaugurado, o Bonde Café ultrapassou no domingo a marca de 1 mil passageiros e, até segunda-feira, contabilizou 1.135 visitantes.

O bonde, restaurado pela Companhia de Engenharia de Tráfego, se diferencia dos demais, já que funciona como uma cafeteria itinerante – a primeira da América Latina. Climatizado e com acessibilidade, pode conduzir até 24 pessoas acomodadas, confortavelmente, em seu conjunto de mesas e cadeiras. Também tem frigobar, máquina de café e sistema multimídia, que exibe imagens com depoimentos de personalidades da Cidade sobre o café e informações institucionais sobre a Prefeitura.

Começou a funcionar em 9 de janeiro. A saída e chegada é na Praça Mauá com um circuito até a Estação do Valongo. Durante o trajeto, que dura 25 minutos, passa em frente a prédios com arquitetura que remete à fase áurea da Praça Cafeeira de Santos, considerada a maior do mundo no final dos séculos 19 e início do 20.

Entre os destaques, a Bolsa do Café, a Casa do Barão de Mauá, as três mudas do vegetal plantada em uma praça atrás da Associação Comercial de Santos, a Estação do Valongo e parte do Porto.

Uma guia da Secretaria de Turismo (Setur) relata histórias relativas ao período do auge do café e dos locais. Os passageiros também podem degustar um café blend (tipo exportação), preparado por um barista especialmente treinado.

Bonde Café faz parte de um termo de cooperação técnica entre a Prefeitura, a CET e o Museu do Café, mantido pelo Governo do Estado. Funciona de terça a domingo, das 12h às 17h, com saídas de hora em hora da Praça Mauá. O bilhete custa R$ 6,00.
 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*