Pezão apresenta primeiro trem da Linha 4 do Metrô

RIO DE JANEIRO (Agência Brasil) – O primeiro dos 15 trens da Linha 4 do Metrô, que ligará Ipanema, na zona sul, à Barra da Tijuca, na zona oeste, foi apresentado hoje (5) pelo governador Luiz Fernando Pezão e o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório, no centro administrativo do MetrôRio, na Cidade Nova, região central da capital fluminense.

De acordo com Osório, até o fim deste ano, os 14 trens restantes desembarcam no Brasil. O novo trem, com 33% a mais de refrigeração, é completamente interligado, do primeiro ao último vagão e, com isso, o passageiro pode se deslocar com tranquilidade. “Dois outros trens estão em navios, a caminho do Rio de Janeiro, e dois no Porto da China, prontos para embarcar. Os demais já estão em linha de produção e chegarão até agosto deste ano”, informou o secretário.

Construída na China, a composição tem seis carros, com capacidade para 1.800 pessoas, com ar-condicionado, passagem interna entre os carros, painéis de LED com sistema informatizado de comunicação e câmeras de monitoramento interno.

O projeto é o mesmo das composições que operam desde 2012. A nova linha apresentada passará por 90 dias de testes, incluindo operação sem usuários embarcados; operação assistidae, por fim, com passageiros na Linha 1 e, depois na Linha 2.

O governador Luiz Fernando Pezão lembrou que a Estação Gávea – que teve o projeto original alterado para ampliar a possibilidade de futuras expansões – não vai gerar impacto na operação do transporte durante os Jogos Olímpicos. A inauguração está prevista para dezembro de 2016. “Queríamos entregar a estação juntamente com as demais, mas as obras começaram mais tarde. É bom lembrar que tínhamos uma folga no projeto inicial e estamos recuperando o atraso. O ‘tatuzão’ está operando normalmente e o cronograma está correto”, disse Pezão.

Ele explicou que o compromisso estabelecido para as Olimpíadas será cumprido, e que a Linha 4 será entregue no prazo. O governador falou também sobre possíveis obras de extensão. “Estamos desenvolvendo um projeto detalhado e com licenciamento ambiental permitindo a próxima licitação.”

Pezão disse que tem conversado com o prefeito Eduardo Paes, procurando somar esforços para que o metrô chegue ao Recreio dos Bandeirantes e a Jacarepaguá, na zona oeste, aproveitar o “tatuzão” para viabilizar Linha Gávea-Carioca. “A primeira que queremos tirar do papel é Estácio-Carioca-Praça XV, para fazer a conexão com as barcas. Sei que o momento é difícil, mas, com criatividade, temos alguns potenciais de mercado que possibilitarão ter o investimento para essas obras.”

A Linha 4 do metrô, com aproximadamente 16 quilômetros de extensão, começa a funcionar no primeiro semestre de 2016. Segundo o MetrôRio, serão atendidas mais de 300 mil pessoas diariamente nas seis novas estações: Jardim Oceânico (na Barra), São Conrado, Gávea, Antero de Quental e Jardim de Alah (no Leblon) e Nossa Senhora da Paz (em Ipanema). Com a conclusão, o passageiro poderá usar todo o sistema metroviário da cidade com uma única tarifa. Segundo a empresa, o tempo médio da Barra a Ipanema será 13 minutos e, da Barra ao centro, 34 minutos, tornando mais rápidos os deslocamentos entre as diversas regiões do município.

 

Fonte:  O Repórter

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*