Trabalho braçal e insubstituível

Processo de soldagem nos trilhos faz parte do trabalho da equipe de manutenção de via da FTC (Divulgação/FTC)

Desafio na manutenção de via passa longe de ser tecnológico. Dificuldade está na busca por mão de obra

Contratar e reter mão de obra para atuar na manutenção de via permanente tem sido desafio para as ferrovias de carga no Brasil. Alta rotatividade e perfil escasso para uma função que exige esforço físico e conhecimento técnico e especializado em ferrovia são as dificuldades encontradas pelas operadoras. Iniciativas que vão desde atrair e manter motivadas as equipes até reduzir a dependência do trabalho manual nos trilhos são os caminhos adotados pelas concessionárias.

Você precisa ser assinante da Revista Ferroviária para ler este conteúdo. Por favor, faça o seu . Não é assinante? Assine aqui

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*