Receita da Alstom sobe 146% e pedidos crescem 290% no 1° trimestre fiscal

— Foto: Chris Ratcliffe/Bloomberg
— Foto: Chris Ratcliffe/Bloomberg

Valor Econômico – A fabricante de trens francesa Alstom divulgou na manhã desta terça-feira que somou 6,4 bilhões em pedidos no primeiro trimestre fiscal de 2021, entre abril e junho, uma alta de 290% na comparação com o mesmo período de 2020, enquanto a receita chegou a 3,7 bilhões de euros, número 146% maior que no ano anterior.

No critério pro-forma, ou seja, integrando os resultados do primeiro trimestre fiscal da Bombardier Transportation de 2020, cuja aquisição foi concluída no início deste ano, os pedidos subiram 106% enquanto as vendas avançaram 33%.

A carteira de pedidos (“backlog”) da Alstom alcançou 76,8 bilhões de euros ao fim de junho, o que a empresa diz que garante “forte visibilidade para as vendas futuras”. A proporção entre pedidos enviados e recebidos ficou em 1,74.

A Europa respondeu por 71% dos pedidos totais da Alstom, com a empresa destacando um contrato de 2,6 bilhões de euros com a Dinamarca e um de 1,1 bilhão de euros na França. Os pedidos nas Américas somaram mais de 1,6 bilhão de euros, incluindo um projeto de 1 bilhão de euros no México.

A ação da Alstom sobe 3,04% na Bolsa de Paris após a divulgação do resultado. O Citi diz que os números vieram acima do consenso, mas que o custo de integração da Bombardier Transportation ainda pesa na empresa e deve abater os bons números no balanço financeiro.

Fonte: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2021/07/20/receita-da-alstom-sobe-146percent-e-pedidos-crescem-290percent-no-1-trimestre-fiscal.ghtml

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*