TCU suspende obras de construção de monotrilho que vai ligar estação da CPTM ao Aeroporto de Guarulhos

Reprodução: TV Globo
Reprodução: TV Globo

G1 – O Tribunal de Contas da União suspendeu o projeto de construção do monotrilho que vai ligar a estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ao Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo.

O projeto, nomeado de People Mover, estava com o início das obras previsto para janeiro de 2022. As obras devem durar 2 anos e o monotrilho deve transportar 2 mil pessoas por hora quando estiver pronto.

Segundo o ministro do TCU, Vital do Rêgo, faltam estudos para comprovar que o monotrilho é a opção mais viável para o aeroporto. Na decisão, publicada nesta quinta-feira (16), ele deu um prazo de 15 dias para o Ministério da Infraestrutura e para a Agência Nacional de Aviação Civil se pronunciarem sobre a decisão e deixou, a critério da Gru Airport, uma posição sobre o tema.

No voto, o ministro cita que o monotrilho pode custar dez vezes mais que outros projetos. Rêgo escreveu ainda que a relação custo-benefício deve ser levada em conta pelo gestor público e que “questões ambientais, técnicas e sociais também precisam ser ponderadas e comparadas”.

Por fim, no no item 28 do texto ele diz, “o Bus Rapid Transit, o veículo leve sobre trilhos ou até mesmo o veículo leve sobre pneus, poderiam ser alternativas estudadas a fim de se comprovar que a escolha pelo “apm”, que é a maneira como eles se referem ao monotrilho, seja a solução que melhor se molda à demanda de serviço esperada para um aeroporto do porte de Guarulhos”.

Procurados, o Ministério da Infraestrutura, a Gru Airport, a Secretaria de Transportes Metropolitanos e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda não se manifestaram.

Projeto do monotrilho
No dia 8 de setembro, o governo federal assinou um aditivo ao contrato que possui com a Gru Airport, concessionária que administra o aeroporto, para a construir o People Mover. Com isso, parte do dinheiro que a Gru Airport repassa ao governo federal pela concessão deixará de ser pago e será destinado as obras do monotrilho.

O transporte da estação da CPTM até o aeroporto, deve durar 6 minutos, e não será cobrado.

Atualmente, o Expresso Luz, que sai do Centro de São Paulo, até a estação ferroviária mais próxima dura 25 minutos. Ou seja, todo o trajeto, deve durar 31 minutos.

Muitos passageiros que precisam viajar pelo Aeroporto de Guarulhos vão até o terminal aéreo de carro pela praticidade. No entanto, os valores cobrados são bem mais caros.

A promessa de uma ligação de trem entre o aeroporto de Guarulhos e a cidade de São Paulo é antiga. Em 2000, o governo do estado garantiu que a Linha 13- Jade estaria pronta em 2005. Depois, a promessa passou para 2010. O prazo não foi cumprido e a promessa foi prorrogada para a Copa de 2014, mas a linha só ficou pronta em 2018. A linha custou R$ 4 bilhões aos cofres públicos.

Pelo projeto original, a trem chegaria bem próximo ao terminal 3 do aeroporto, mas ele para há mais de 1 km do aeroporto. Após saírem da CPTM, os passageiros são obrigados a descer uma plataforma carregando as malas e pegar um ônibus para chegar ao terminal.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/09/17/tcu-suspende-obras-de-construcao-de-monotrilho-que-vai-ligar-estacao-da-cptm-ao-aeroporto-de-guarulhos.ghtml

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*