De São Paulo ao Maranhão

Vagões double stack em operação na Brado - Divulgação/Brado
Vagões double stack em operação na Brado - Divulgação/Brado

A Brado Logística deve iniciar a operação na Malha Central no primeiro quadrimestre de 2022, com a conclusão de dois terminais de contêineres, em Anápolis (GO) e Davinópolis (MA). A operadora, que é o braço da Rumo para a movimentação de contêineres, já conta com um terminal em Sumaré (SP). “Teremos num futuro próximo três terminais grandes e robustos, próximo ao Rio Tocantins, onde também teremos um braço de cabotagem até a Zona Franca de Manaus”, diz o diretor comercial da Brado, Douglas Goetten. A obras do terminal de Davinópolis, cujo acesso dos trens se dará pela malha da VLI a partir de Porto Nacional (TO), começaram em setembro de 2020 e devem ser concluídas no último trimestre deste ano. O de Anápolis deverá ser entregue até o início de 2022. A operação pela Brado, no entanto, depende da conclusão das obras da Norte-Sul pela Rumo, entre Rio Verde e Ouro Verde de Goiás (próximo a Anápolis), último trecho a ser finalizado pela concessionária, de cerca de 290 km.

Você precisa ser assinante da Revista Ferroviária para ler este conteúdo. Por favor, faça o seu . Não é assinante? Assine aqui

2 Comentários

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*