MRS utiliza vigilantes para evitar acidentes nas PNs

A PROSEGUR é uma empresa contratada pela MRS para fiscalizar os limites da área administrada por ela. Eles mantêm uma equipe 24h por dia, fazendo o monitoramento de um determinado ponto da linha férrea, no trecho que vai de Barão de Angra até Fernandes Pinheiro. O objetivo é manter a ordem e a segurança no limite estabelecido para a equipe, que trabalha em regime de escala.


Essa equipe faz e refaz o percurso por várias vezes a cada passagem de uma composição pela cidade. O trajeto é feito por motociclistas, equipados com rádios transmissores e um fardamento especial, comparados a de um batalhão de choque. Todo esse aparato garante a segurança desses homens, que vez por outra, acabam tendo que entrar em lugares perigosos como, por exemplo, um matagal na beira da linha. É o que afirma a dupla Michael e Rodrigo, ambos vigilantes da empresa PROSEGUR.


Além da função de evitar acidentes, eles tentam impedir o furto de caixas de locação, que são os terminais que emitem e armazenam dados de comunicação das composições. Entre outras atribuições, está a de exercer o papel de cancelas móveis: eles percorrem todas as passagens de nível existentes ao longo desse trajeto: Barão de Angra, ruas Antônio Carlos, Domingos dos Anjos e Quincão, Santa Terezinha e Fernandes Pinheiro.


Num oficio enviado a Câmara de Vereadores de Três Rios, a MRS – LOGISTICA SA, através do seu Gerente Geral de Concessão e Arrendamento, Dr Sérgio Henrique Carrato, disse estar ciente da preocupação do povo trirriense em relação à instalação de cancelas no Centro da cidade.


A MRS confirmou que já adquiriu os equipamentos da General Eletric Systems, nos Estados Unidos, com previsão de chegada no Brasil no fim deste mês de setembro. No mesmo ofício, a concessionária ainda explicou a funcionalidade da cancela mostrando que o tipo de sinalização que vai ser instalada consegue detectar a aproximação do trem, alertar carros e pedestres de forma visual e sonora, abaixa as barreiras para bloquear o tráfego e desliga o sistema de alerta ao levantar as barreiras quando o trem libera a travessia. O investimento ultrapassa a casa de R$ 1 milhão.


Enquanto isso, o serviço de monitoramento feito por homens é o único meio de evitar que aconteçam os acidentes nos trechos onde não existem cancelas.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Jornal Entrerios

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*