Valec apresenta ações, projetos e estudos no Congresso

Em reunião ordinária no plenário da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, a diretoria da Valec apresentou, nesta quarta-feira, os projetos e estudos que estão sendo executados pela empresa, além de atender às dúvidas quanto aos processos licitatórios de responsabilidade da Valec.


Na reunião, estavam presentes também autoridades de outros órgãos que atuam no setor ferroviário, como EPL, ANTT, ANUT, TCU, e autoridades do poder executivo, como o governador do Mato Grosso, Silval Barbosa.


O diretor de planejamento da Valec, Jair Campos Galvão, iniciou a apresentação expondo em detalhes o desenvolvimento e a situação atual da Ferrovia Norte-Sul e da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), projetos de construção considerados prioritários.


Na sequência, o diretor de operações da Valec, Bento José de Lima, esclareceu aos parlamentares o modelo do open-acess, prática que prevê a livre utilização de vários operadores ferroviários em um mesmo trecho. O diretor comparou o novo modelo de concessões a um pedágio em que para trafegar basta pagar pelo acesso. “Agora são vários operadores competindo entre si e obtendo redução tarifária”, explicou o diretor. A presentação foi elogiada por um dos deputados que a considerou a “primeira a esclarecer o open-acess”.


A reação dos parlamentares foi otimista quanto ao novo modelo que vai ser aplicado nas próximas licitações para a ampliação da malha ferroviária que prevê ainda a compra e revenda de toda a capacidade de carga pela Valec.


Ao final, o 3º vice-presidente da comissão, deputado Jaime Martins questionou o presidente da Valec sobre a aquisição de trilhos para a Norte-Sul e a FIOL, cujas licitações foram suspensas após questionamentos do TCU. Josias Sampaio Cavalcante Júnior explicou que “não há discriminação com nenhuma empresa por parte da Valec”, contudo, “a participação de uma única empresa pesou” na decisão do TCU.


Josias destacou o trabalho da Valec de ouvir as diversas fabricantes de trilhos para criar uma estratégia mais atrativa que estipule volumes e prazos de entrega mais adequados à capacidade produtiva dos fabricantes internacionais. “A nossa intenção é refazer as licitações dividindo em lotes menores”, disse Josias.


A reunião, requisitada pelos deputados Jaime Martins (PR/MG) e Valtenir Pereira (PSB-MT), foi transmitida ao vivo pela internet através do portal da Câmara dos Deputados.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Ministério dos Transportes

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*