Mais dois trens chineses entram em circulação na SuperVia no Rio de Janeiro

Mais dois trens chineses adquiridos pelo Governo do Estado entraram em circulação, ontem, nos ramais da SuperVia, totalizando oito composições somente no início deste ano. Durante uma semana, os dois novos trens irão circular de forma assistida para análise das equipes técnicas sobre o desempenho das composições antes que sejam inseridas à grade regular.

O processo de renovação da frota da SuperVia segue em ritmo acelerado. Desde 2011, os passageiros do trem do Rio têm à disposição 78 novas composições com ar-condicionado e a previsão é de que até o fim de 2015 outras 42 composições cheguem aos trilhos da concessionária.

-Esse processo de renovação será contínuo para oferecer mais qualidade e comodidade ao passageiro – disse o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio.

A entrada dos modelos de última geração permitiu que 53 trens antigos fossem aposentados, processo que será contínuo até 2016, quando toda a frota fluminense contará com ar- condicionado. Os trens chineses têm passagem interna entre os carros, contam com um sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens, circuito interno de câmeras, bagageiro e painéis de LED. Ao fim da renovação da frota, a idade média dos trens terá reduzido de 25 para 15 anos.

Investimento na modernização – O Estado vem investindo na modernização do sistema ferroviário com a compra de novos trens. Em janeiro, quatro veículos chineses desembarcaram no Rio. Até outubro, a previsão é de que mais 34 trens cheguem no Rio de Janeiro. As composições fazem parte do lote de 70 trens encomendados.

A recuperação do sistema teve início em 2009, quando o Banco Mundial financiou US$ 166 milhões para a compra de 30 trens chineses, fabricados pelo consórcio National Machinery Import & Export Corporation, vencedor da licitação. A negociação entrou para a história do Banco Mundial como a licitação pública mais rápida realizada na América do Sul e com o menor preço de custo. A chegada das composições permitiu a oferta de 288 mil lugares a mais, por dia. Em 2012, com investimento de US$ 306 milhões, o banco financiou a aquisição de mais 70 trens, totalizando a compra de 100 composições pelo Governo do Estado.

Toda frota climatizada até o fim de 2015 – Ainda dentro do plano de modernização da frota do sistema ferroviário, a SuperVia adquiriu 10 trens nacionais, que já estão em operação.

Em 2007, a concessionária transportava, em média, 325 mil passageiros por dia e contava com apenas 10 trens refrigerados, o equivalente a 6% de um total de 173 composições. Atualmente, são 201 trens, sendo 144 refrigerados, o que corresponde a 70% da frota. Até o fim de 2015, toda a frota será climatizada.

Os investimentos na modernização do sistema ferroviário – que incluem ainda reformas em estações e na sinalização – somam R$ 3,3 bilhões.

Fonte:  CBN

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*