Coronavírus: oito estações da SuperVia e duas linhas das barcas serão fechadas a partir deste sábado

Em mais uma medida para evitar o avanço do coronarívus no Rio, oito estações da SuperVia na Baixada Fluminense estarão fechadas e as linhas Praça Quinze-Cocotá e Praça Quinze-Charitas, da CCR Barcas, estarão suspensas a partir deste sábado. Segundo o secretário estadual de Transportes, Delmo Pinho, em entrevista ao Bom Dia Rio, são estes os os pontos de bloqueio nos ramais:

Japeri: Olinda; e Presidente Juscelino

Belford Roxo: Coelho da Rocha; Agostinho Porto; e Vila Rosali

Saracuruna: Campos Elísios; Corte 8; e Jardim Primavera

A princípio, a fiscalização será feita por meio da carteira de trabalho e do crachá para permitir o embarque somente de profissionais de setores definidos pela secretaria como essenciais, como da área de Saúde, segurança, imprensa e transportes. A listagem ainda está sendo definida.

– Inicialmente, a fiscalização é por carteira de trabalho ou pelo crachá. Em seguida, nós estamos providenciando cartões eletrônicos, do tipo que se usa normalmentre, como Riocard, específico para as atividades essenciais – afrmou o secretário.

Sobre a mudança, Pinho avaliou que é possível fazê-la rapidamente:

– Num segundo momento (ter um passe específico), sim. Em três ou quatro dias, nós fazemos. Teremos que contar muito com a colaboração das pessoas e o entedimento do problema que estamos vivendo.

Para conter o deslocamento intermunicipal, dificultando entrada e saída do município do Rio, as rodovias vão contar com equipes da Polícia Militar, numa operação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro), ainda a ser definida. O transporte por aplicativo entre a capital e a Região Metropolitana, e vice-versa, está suspenso após determinação do governador Wilson Witzel. Vans de transporte e carros identificados fazendo “lotada” serão barrados nos bloqueios e impedidos de seguir viagem. Vans fretadas serão liberadas somente para transportar profissionais de setores considerados de serviços essenciais.

Apesar de não chegar à Baixada Fluminense, o MetrôRio terá as estações Pavuna, Rubens Paiva e Acari – as três da linha 2 – com acesso controlado aos setores definidos como trabalho essencial.

O BRT também tem mudanças e restrições a partir deste sábado. Quatro linhas que operam até o Jardim Oceânico nos corredores Transoeste e Transcarioca não vão circular após decisão da Prefeitura do Rio.

Fonte: https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus-servico/coronavirus-oito-estacoes-da-supervia-duas-linhas-das-barcas-serao-fechadas-partir-deste-sabado-24317308

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*