VLTs serão construídos em novembro

A construção dos Veículos Leves Sobre Trilhos (VLTs) que vão circular em Pernambuco deve iniciar em novembro, quando o processo de licitação, lançado ontem, será concluído. A aquisição dos trens faz parte do plano de modernização e ampliação do metrô no Estado, que tem, até 2009, R$ 295,6 milhões do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC). O gerenciamento do novo sistema será repassado ao Governo do Estado, que terá de encontrar uma forma de não herdar um déficit de R$ 110 milhões, por ano, por causa do processo de estadualização do Metrô do Recife (Metrorec).


O edital está avaliado em R$ 36 milhões. Serão sete trens, com três vagões, tendo, cada um, capacidade de transportar 200 pessoas, utilizando diesel e biodiesel, em um intervalo de 15 minutos e a uma velocidade de 40 km/h. Os veículos são para o trecho entre Cajueiro Seco (Jaboatão dos Guararapes) e Cabo de Santo Agostinho, uma extensão de 19 quilômetros. Para recuperar a linha, construir e reformar algumas estações, estão disponíveis R$ 14 milhões, sendo ainda necessários mais recursos que devem ser solicitados ao Governo Federal.


Estiveram presentes, na solenidade de lançamento da concorrência internacional do VLT, o presidente da CBTU, João Luiz da Silva Dias, o superintendente do Metrorec, Sileno Guedes, o governador Eduardo Campos, o secretário das Cidades, Humberto Costa, e representantes locais. A implantação do VLT é um projeto-piloto inovador no País, como vem sendo anunciado pela Folha de Pernambuco desde o ano passado, quando a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) iniciou as análises de viabilidade.


Atualmente, os veículos são utilizados em países europeus, como França e Espanha. “A expectativa é de que o VLT comece a operar, no Estado, em 2009. Nesse intervalo, serão feitas as intervenções necessárias na linha para receber os veículos”, explicou Guedes.


“Serão beneficiadas 400 mil pessoas na Região Metropolitana do Recife (RMR). É uma importante estratégia para que não haja uma corrida pela moradia em Suape, garantindo que a população da RMR Norte possa trabalhar na região”, comentou o governador. Segundo o superintendente do Metrorec, já existe a sinalização de algumas empresas da indústria ferroviária internacional, como França, Alemanha, Polônia e China, interessadas pela concorrência.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Folha de Pernambuco

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*