Vale tem lucro trimestral de US$ 2,9 bilhões

Confirmando expectativas dos analistas do setor de mineração, o balanço da Vale do Rio Doce, no terceiro trimestre, interrompeu a longa série de resultados recordes da companhia. O mercado trabalhava com prévias entre US$ 2,8 bilhões a US$ 3,1 bilhões e o lucro líquido da Vale no período fechou em US$ 2,9 bilhões, conforme as normas contábeis americanas.


A companhia atribuiu o desempenho do período, quando seu lucro situou-se quase US$ 1 bilhão abaixo dos US$ 4 bilhões registrados no segundo trimestre, a dois fatores: a apreciação do real e do dólar canadense, o que afetou negativamente seus custos no Brasil e no Canadá, onde opera a CVRD Inco; e os preços mais moderados do níquel. Os dois fatores contribuíram de maneira desfavorável para a evolução da receita.


No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o lucro líquido da Vale somou US$ 9,9 bilhões, quantia bem acima dos US$ 5,6 bilhões obtidos entre janeiro e setembro de 2006.


Alguns números do trimestre, porém, surpreenderam pelo vigor. Foi o caso da receita bruta, que alcançou US$ 8,1 bilhões entre julho/setembro, a mais elevada da história da companhia para um terceiro trimestre. Nos nove primeiros meses do ano, a receita acumulada foi de US$ 24,7 bilhões, ante US$ 18,2 bilhões no mesmo período de 2006.


A geração de caixa, medida pelo lajida ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) registrou US$ 4 bilhões no terceiro trimestre, também o maior valor já obtido neste período em toda a história da mineradora. Entre janeiro e setembro, o lajida da Vale acumulou US$ 13,3 bilhões, ante US$ 8,8 bilhões nos primeiros nove meses de 2006. Para o ano, as projeções de analistas são de que o lajida ajustado atinja entre US$ 16,5 a US$ 17 bilhões.


A dívida total da Vale também recuou no período, somando US$ 18,3 bilhões em 30 de setembro, ante US$ 19,1 bilhões no final de junho. A remuneração ao acionista este ano será de US$ 1,875 bilhão, mais 44,2% ante 2006. Ontem, em comunicado aos acionistas, a Vale garantiu que o pagamento de remuneração não sofrerá alterações por conta de decisões judiciais noticiadas pelo Valor, e será processado normalmente a partir da próxima quarta-feira.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Valor Econômico

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*