Chicago terá US$100 milhões em verbas

Um programa para reduzir o congestionamento do trem na área de Chicago está recebendo verbas federais de US$ 100 milhões para 16 projetos ferroviários, conforme relatou o jornal Chicago Tribune nesta terça-feira (16). Essa é uma boa notícia para os frustrados usuários do Metra e Amtrak, atormentados motoristas e carregadores que são vítimas do transporte de cargas, disseram as autoridades. E, como parte do objetivo principal do programa de estímulo, o programa prevê a criação de milhares de empregos.


As verbas federais, anunciadas nesta quarta-feira (17), serão utilizadas para financiar os 16 projetos do Programa de Eficiência Ambiental dos Transportes de Chicago, o CREATE. A intenção é desobstruir gargalos que os trens de carga causam, ao terem um dia ou mais para passar por Chicago, bloqueando trens de passageiros e veículos.


O programa inclui viadutos ou passagens inferiores e melhoria de pista e sistema de sinalização, incluindo uma ponte para o transporte ferroviário e rodoviário separada, que será construída em um cruzamento ferroviário existente na 71 Street, em Bridgeview.


Os projetos vão reduzir os atrasos de trânsito ferroviário de 57.631 horas de passageiros por ano e reduzir os atrasos do motorista em 344.499 horas por ano para uma economia combinada de quase US$ 10 milhões por ano, de acordo com CREATE, uma parceria público-privada de ferrovias e de agências de transporte estudais e de Chicago. Os atrasos dos trens custam US$ 265 milhões/ano para o modal marítimo, estima o CREATE.


“Os US$ 100 milhões, combinado com o financiamento estatal de capital e outras verbas federais, vai empurrar o projeto adiante”, disse Edward Hamberger, presidente e diretor executivo da AAR (Association of American Railroads).


“Este financiamento permitirá a CREATE continuar a desembaraçar os nós de passageiros da região de Chicago e do sistema de transporte ferroviário de cargas”, disse o deputado republicano Dan Lipinski. “Isso vai ajudar a criar empregos, reduzir deslocamentos, reduzir os tempos de transporte, o uso de combustível e menor poluição, fazer das linhas de alta velocidade uma realidade e consolidará a posição de nossa região como pólo do transporte da América”.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: RT&S

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*