ALL recupera ferrovia no Rio Grande do Sul

A ALL – América Latina Logística, empresa que detém a concessão da ferrovia no Rio Grande do Sul e em outros cinco estados, concluiu no último mês de abril as obras de recuperação dos ramais ferroviários que interligam os terminais de grãos e fertilizantes das regiões de Santa Rosa e Santo Ângelo até a base ferroviária da empresa, em Cruz Alta.


O projeto possibilita a retomada da circulação de cargas por ferrovia no trecho, por onde devem ser movimentadas mais de 250 mil toneladas de produtos por ano. A retomada só foi possível graças ao resultado de encontros realizados entre os empresários das regiões Fronteira Noroeste, Missões e Alto Jacuí, em negociação há mais de um ano. Inicialmente, um trem diário com 15 vagões fará o percurso de 31 km.


O trecho funcionará para escoamento de grãos no Porto de Rio Grande e para o retorno de fertilizantes para abastecimentos de produtores. “Com a retomada do transporte por ferrovia, a ALL está oferecendo uma nova opção logística aos clientes da região, mais competitiva e a um menor custo que o transporte rodoviário”, observa o diretor Comercial da ALL, Sérgio Nahuz. “Além de atender a demanda reprimida de grãos e fertilizantes da região, temos a expectativa de formalizar contratos com outras empresas e em novos segmentos, como o de contêineres”, revela o executivo.


Sobre a ALL


Maior empresa independente de serviços de logística da América Latina e maior companhia ferroviária do Brasil, a ALL – América Latina Logística possui uma malha de 21.300 quilômetros de extensão, que abrange os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no Brasil, e nas regiões de Paso de los Libres, Buenos Aires e Mendoza, na Argentina. Opera uma frota de 1.095 locomotivas, 31.650 mil vagões e 700 veículos rodoviários, entre próprios e agregados, e conta com unidades localizadas em pontos estratégicos para embarque e desembarque de carga. A ALL possui cerca de 3,1 mil quilômetros de ferrovia no RS. A Unidade de Produção/RS transporta em média 500 vagões/dia. Desde 2003, a UP/RS vem crescendo mais de 15% ao ano. São descarregados, diariamente, aproximadamente 240 vagões no Porto de Rio Grande. Ao todo, as unidades de produção do Estado da ALL empregam mais de 500 colaboradores diretos, além de terceirizados.


Parcerias


A empresa possui parcerias com terminais intermodais (ferrovia + rodovia) para movimentação de cargas em Porto Alegre (terminal próprio com movimentação de produtos industrializados); Cruz Alta (parceria com as empresas Bianchini, Bunge – movimentação de granéis e primeira misturadora de fertilizantes sobre trilhos –, Cotrimaio, Termasa, dentre outros ); Passo Fundo (parcerias com a Pradozen e BS Bios, fábrica de farelo criada sobre trilhos, dentre outros); Cacequi (parceria com a Camera Agroalimentos, movimentação de granéis); um terminal alfandegado em Uruguaiana, único porto seco integrado da América Latina (movimentação de granéis e produtos industrializados); um terminal de produtos frigorificados em Esteio, parceria inédita iniciada com a Standard para transporte de produtos frigorificados, o primeiro do País (diversos segmentos); e mais o de Vacaria, primeiro terminal intermodal da região Nordeste e última área branca (sem ferrovia) do Estado, construído em parceria com a Pradozen Comércio, Serviços e Transportes, com capacidade para transportar até 4 mil toneladas diárias de grãos, areia, calcário e fertilizantes e armazenar 6 mil toneladas de produtos.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans

It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans

Payday lenders so why payday loans online look at.

Bad lenders will be payday loans online credit bureau.
Fonte: Jornal das Missões

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*