Doria se reúne com possível futuro operador da Linha 6-Laranja do Metrô

De acordo com Doria, a empresa é uma das principais interessadas no projeto da Parceria Público-Privada – PPP para a Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo, onde o investimento privado vai superar R$ 6,6 bilhões.

O grupo espanhol vem articulando a compra do Consórcio Move São Paulo, vencedor de uma licitação ocorrida em 2013. Mas as obras pararam depois que a Move São Paulo teve dificuldades de obter financiamento, após empresas que faziam parte do consórcio serem investigadas na operação Lava a Jato, da Polícia Federal.

Novidades em fevereiro

Em uma reposta na rede social, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, prometeu novidades em relação a Linha 6-Laranja do Metrô para o mês de fevereiro. Baldy falou também sobre a aquisição do consórcio Move São Paulo pela empresa espanhola Acciona.

No final de 2019 uma empresa espanhola Acciona apresentou uma proposta de assumir a construção/operação da Linha 6-Laranja. Até fevereiro de 2020 anunciaremos os próximos passos, afirmou o titular da pasta na rede social.

O projeto

A Linha 6-Laranja é um projeto da Companhia do Metropolitano de São Paulo. Na sua primeira fase, ligará a estação São Joaquim, já existente na Linha 1-Azul, a uma futura estação a ser construída no distrito da Brasilândia. Por passar próximo a diversas faculdades, como UNIP, FMU, FGV, PUC, Mackenzie e FAAP, foi apelidada de Linha das Universidades.

O trajeto

Terá 15 km de extensão e 15 estações:

Brasilândia
Vila Cardoso
Itaberaba
João Paulo I
Freguesia do Ó
Santa Marina
Água Branca
SESC-Pompeia
Perdizes
PUC-Cardoso de Almeida
Angélica-Pacaembu
Higienópolis-Mackenzie
14 Bis
Bela Vista
São Joaquim

Fonte: https://viatrolebus.com.br/2020/01/doria-se-reune-com-possivel-futuro-operador-da-linha-6-laranja-do-metro/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*