Robel aposta no mercado brasileiro

A Robel Bahnbaumachinen Gmbh, empresa alemã especializada em equipamentos de pequeno porte para manutenção de via e representada pela Plasser do Brasil desde 2018, aposta na carência do mercado ferroviário brasileiro para esses modelos de máquinas para alavancar as vendas nos segmentos de carga e de passageiros no país.

Segundo a analista comercial da Robel, Nathalia Fukamachi, as perspectivas da companhia são boas para 2020, em função, principalmente, do início das obras de finalização da Ferrovia Norte-Sul pela Rumo, que devem gerar demandas por equipamentos.

As negociações mais recentes envolveram empresas de construção e manutenção de ferrovias e operadoras de passageiros. No momento, temos máquinas e equipamentos em processo de testes e homologação em algumas delas, revela Fukamachi. A Robel utiliza a estrutura da Plasser do Brasil na área comercial, pós-vendas e no que diz respeito a questões técnicas e de manutenção de equipamentos.

A empresa tem em seu portfólio socadoras manuais, que funcionam a bateria; máquina de esmerilhar; parafusadeira universal com controle de torque; máquina de furar trilhos; furadeira de trilhos a bateria – todas fabricadas na matriz da Robel, em Freilassing, no sul da Alemanha. ViaMobilidade, Vale, MetrôRio, CCR Metrô Bahia, ViaQuatro, MRS, Prumo e SPA Vias são alguns dos clientes da empresa.

*Reportagem publicada na edição de Novembro/Dezembro 2019 da Revista Ferroviária.

Clique Aqui para ver a matéria publicada na edição impressa da revista.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*