Justiça nega liminar para suspensão da compra de trens para monotrilho da Linha 17-Ouro

A Justiça de São Paulo negou o pedido de suspensão do contrato de aquisição de trens para o monotrilho da Linha 17-Ouro, firmado entre o governo paulista e a empresa chinesa BYD.

O pedido de liminar contra a compra havia sido feita pelo consórcio Signalling, liderado pela TTrans (dos sócios da Viação Itapemirim). O grupo chegou a fazer a melhor oferta na licitação, mas foi desabilitado, por não atingir requisitos mínimos de patrimônio líquido exigidos no edital. O consórcio passou então a questionar a vitória da BYD, alegando que a concorrência não foi isonômica.

O pedido de suspensão, porém, foi negado hoje, pelo juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara de Fazenda Pública.

Com isso, a expectativa é que a ordem de serviço para a retomada das obras deverá sair em breve.

Fonte: https://valor.globo.com/empresas/noticia/2020/04/28/justica-nega-liminar-para-suspensao-da-compra-de-trens-para-monotrilho-da-linha-17-ouro.ghtml

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*