Máquinas de Via 2022

Vale lidera aquisições de equipamentos de via entre 2021 e este ano; frota chega a 1.672 unidades

A frota nacional de equipamentos de manutenção de via chegou a 1.672 máquinas de operadoras de carga e de passageiros. São 72 unidades a mais do que o total registrado em junho de 2021 (número que considera não só as novas aquisições das operadoras, mas também correções das tabelas de um ano para outro e descomissionamento de máquinas). As ferrovias de carga têm ao todo 972 máquinas. Já as operadoras de passageiros contabilizaram no total 700 equipamentos.

As aquisições se concentram nas duas malhas operadas pela Vale. Na Estrada de Ferro Carajás foram 44 novos equipamentos. São eles: três carros de ultrassom MB 1016 da Empretec Cater; três reguladoras de lastro PBR550 da Plasser; uma socadora de AMV 09-475 4S também da Plasser; três troles para eixo travado da Empretec; um vagão de transporte meia chave da Randon/Super Metal; duas escarificadoras de lastro da Sotreq/Super Metal; duas cortadoras de trilho e duas esmerilhadoras de perfil, da Harsco; seis máquinas de clipagem e três trocadoras de dormentes, da Nordco; seis guindastes rodoferroviários da Sotreq; e 12 vagões de transporte equipamentos da Super Metal. Houve ainda a inclusão de uma escavadeira 336D2. A máquina já fazia parte da frota, apesar de não constar na relação do ano passado.

Você precisa ser assinante da Revista Ferroviária para ler este conteúdo. Por favor, faça o seu . Não é assinante? Assine aqui

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*