Aditivo para projeto da extensão da Linha 5-Lilás pode ser assinado ainda em junho

Metrô CPTM – Após avançar no projeto de levar a Linha 4-Amarela até Taboão da Serra, o governo do estado prepara uma ação semelhante em relação à Linha 5-Lilás, que ganhará uma extensão até Jardim Ângela.

Durante seu discurso na segunda-feira, 10, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) comentou sobre a assinatura de um aditivo com a ViaMobilidade, concessionária que opera o ramal de metrô.

Segundo apuramos, o termo que prevê fornecer verbas para estudos mais aprofundados da extensão após Capão Redondo deve ser assinado ainda em junho.

A expansão da Linha 5-Lilás é prometida há vários anos, mas até hoje não saiu do papel. A ViaMobilidade já iniciou estudos como projeto funcional, ambiental e de desapropriações, mas em níveis preliminares.

O que se sabe até então é que o novo trecho de 4,3 km terá duas estações (Comendador Sant’Anna e Jardim Ângela) e será majoritariamente em via elevada. Anteriormente havia a previsão de uma terceira estação e de uma construção subterrânea.

Em 201, durante anúncio da gestão passada sobre o projeto, a estimativa era de que as duas estações atraíriam mais 130 mil passageiros diariamente e que sua implantação custaria cerca de R$ 2,5 bilhões.

Fonte: https://www.metrocptm.com.br/aditivo-para-projeto-da-extensao-da-linha-5-lilas-pode-ser-assinado-ainda-em-junho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*